Tambor de mina

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3869 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
01


TAMBOR DE MINA EM ANAJATUBA: CULTO AOS DEUSES, ENTIDADES E ENCANTARIAS AFRO-MARANHENSE

GAMA, Antonia Cristiane MartinsPAIVA, Valdir



Instituto de Ensino Superior Franciscano – IESF

Um estudo sobre a religião Afro-brasileira no município de Anajatuba, Maranhão, sobre ritos e entidades espirituais do Tambor de Mina. Apoiado em pesquisas realizadas em terreiros e casas de culto no interior do município no primeiro semestre de 2010, com entrevistas e observações. Fala dasdiferenças e práticas espirituais afro nos diversos lugares pesquisados nos dias de festa.
Palavras-chave: Religião Afro-brasileira, Tambor de Mina, deuses, encantarias.
1. INTRODUÇÃO
O presente artigo é fruto de uma pesquisa sistemática sobre religião afro-brasileira no município de Anajatuba, centrada no Tambor de Mina. O estudo apresentado se acentua mais especificamente no interior do município,apoiado em entrevistas, observações e estudos feito sobre a Prática do Tambor de Mina nos últimos anos.
O objetivo deste artigo é analisar as práticas religiosas afro-brasileiras no município de Anajatuba, resgatando sua importância étnica e histórica na formação cultural da população em geral. Inicia-se fazendo um breve comentário sobre religião e seita, em seguida um contexto histórico arespeito do tráfico de escravos para o Maranhão no século XVIII e as nações africanas que foram deportadas para a região do Itapecuru. Logo após segue-se o resultado da pesquisa feita, não dando preferência a uma entente religiosa, mas optamos por desenvolver o trabalho sobre o gênero da religião. Fala-se de maneira sucinta e objetiva da herança africana encontrada nos terreiros e casas e, como essascasas estão estruturadas nos dias de festas. Fala-se também dos principais orixás cultuados.
É necessário dizer que os conceitos e temas aqui tratado estão longe de serem concluídos e que, podem definir daqueles que são parâmetros e dogmas em muitos terreiros afros, por se tratar de uma visão histórica não detalhada, mas panorâmica do tema em questão. As informações aqui expostas buscamesclarecer de forma mais abrangente possível sem discriminação ou preconceito, as razões da existência e de serem cultuadas as tradições do povo anajatubense.

2. RELIGIÃO E SEITA
Em primeiro lugar é de suma importância que estabeleçamos um entendimento sobre religião e seita.

02

Valdemir Damião diz que, não existe de fato uma definição absolutamente determinante do que será religião, porém háconceitos gerais sobre os seus significados. E conclui que, religião é a manifestação de alguma coisa mostrada ao homem na condição de sagrado (...) atos misteriosos que revelam algo completamente diferente da realidade do mundo natural ao seu adorador que, paradoxalmente transforma o objeto numa outra realidade (DAMIÃO, 2008, p. 15)
Janaina Azevedo conceitua religião como “um conjunto de crençasrelacionadas com aquilo que a humanidade considera como sobrenatural, divino, sagrado e transcendental, bem como o conjunto de rituais e códigos morais que derivam dessas crenças”. (AZEVEDO, 2010 p. 27).
Quando falamos em seita, entretanto, nos referimos a um conceito sociológico que é usado para designar simplesmente qualquer doutrina dominante, termo este que também pode servir para designar opróprio conjunto de pessoas (o grupo organizado que passa a fazer parte de tal doutrina, ideologia ou sistema), apresentando qualquer relevância ou representação significativa social. Na prática, o termo é utilizado na maioria das vezes para designar relações religiosas, como que por “seita” entende-se imediatamente “seita religiosa”. O conceito essencial de seita para o estudo das religiões....
tracking img