Tabagismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1164 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Dia Mundial do Combate ao Tabagismo
No dia 31 de maio , terça-feira foi comemorado o Dia Mundial do combate ao fumo, em todos os lugares do Brasil foram desenvolvidas diversas ações educativas com a finalidade de conscientizar a população sobre os malefícios decorrentes do consumo do tabaco.
Além das campanhas de esclarecimento, foi sancionada em 31 de dezembro de 2009, a lei nº 150 que proíbeo consumo de quaisquer produtos derivados ou não do tabaco em recintos de uso coletivo, mais conhecida como a “Lei antifumo”. Para confirmar o cumprimento da mesma, regulamentada em junho de 2010, são realizadas fiscalizações por profissionais da Vigilância Sanitária e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) nos estabelecimentos comerciais de Campo Grande,obedecendo a divisão distrital da Capital.
De acordo com a lei, a notificação vale para os estabelecimentos e não para o cidadão. O empresário que sentir dificuldade em convencer o cliente a apagar o cigarro poderá acionar a Polícia Militar.
Dados globais - Pesquisa recente divulgada pelo Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional de Câncer (Inca), indicou que 18,8% da população brasileirasão fumantes, sendo 22,7% homens e 16% mulheres. Já a Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que em todo mundo cinco milhões de pessoas morrem todos os anos vítimas de doenças provocadas pelo fumo. Somente no Brasil, são 200 mil mortes registradas.
O tabagismo é um fator de risco para mais de 50 doenças e é responsável por cinco milhões de mortes que acontecem anualmente no mundo, a OMSestima também que existem hoje mais de dois bilhões de fumantes passivos no mundo. Desses, 700 milhões seriam crianças. Esses números mostram que metade das crianças do mundo é fumante passiva.

Doenças causadas pelo fumo

Pulmão saudável (esquerda) e de um fumante (direita):
cigarro é uma das principais causas de doenças respiratórias
Seguem os problemas ocasionados pelo fumo:

-Diminuiçãodos batimentos cardíacos, da pressão arterial e da respiração.
-Câncer do pulmão, da boca, da garganta, do esôfago, da laringe e da bexiga.
-Angina de peito e infarto do miocárdio.
-Isquemias ou hemorragias cerebrais.
-Doença pulmonar obstrutiva crônica.
-Maior risco de contrair câncer dos rins, pâncreas e estômago.
-Tosse típica.
-Maior probabilidade de sofrer bronquite crônica eenfisema.
- Impotência Sexual.

Entre as mulheres, tendência de entrar na menopausa mais cedo, acarretando maior chance de desenvolver osteoporose. Com o uso de anticoncepcionais orais (pílula.), as chances de morrerem por problemas cardíacos é três vezes maior do que aquelas que não usam pílulas e não fumam.

Na gravidez
O uso do fumo durante agravidez traz consequências ainda mais terríveis, pois afeta também a criança. A nicotina diminui a quantidade de oxigênio e de nutrientes para o feto. Eis algumas destas consequências:

-Aumenta a probabilidade de abortos, partos prematuros mortalidade fetal.
-Maior risco de morte súbita do bebê, problemas pulmonares e anomalias fetais.
-Quanto maior o número de cigarros fumados, menor opeso do recém-nascido.
-Pode haver intoxicação pela nicotina durante a amamentação, causando agitação, diarréia, irritabilidade e taquicardia no bebê.
-Aumenta a probabilidade do recém nascido contrair pneumonia e bronquite.
-Desenvolvimento físico e mental em geral inferior aos filhos de mães não-fumantes.

Fumante passivo
O fumante passivo é o individuo que não fumamas está exposto a fumaça de cigarro dos outros e é um grande problema. Não fumantes constantemente expostos à fumaça de cigarro aumentam o risco de câncer em 10 a 30%. As crianças são as mais atingidas, apresentando maior frequência de problemas respiratórios agudos. Estima-se que cerca de 20% dos casos de câncer de pulmão são fumantes passivos.

Um dos mitos que cercam esta droga é o de que...
tracking img