Sustentabilidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2689 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A DOUTRINA DA JUSTIÇA DE ARISTÓTELES

I
Aristóteles tenta desenvolver, na Ética, sua filosofia moral. Partindo de uma filosofia fundamental da realidade e do ser, que apresenta uma filosofia geral em suas determinações mais gerais do ser.
Preocupa-se com a realidade das propriedades e relações do ser como tal, ocupa-se daquilo que é e não daquilo que deve ser. Porém, faz a ressalva de que aciência dos princípios e das causas iniciais do que é coincide com o que deve ser.
Após, abandona este dualismo e estuda a finalidade das ações. Toda ação deve ter como objetivo o bem; seja o bem em particular, ou o Bem supremo; este último como um bem geral, que é definido pela ciência dos princípios e das causas iniciais. E, desenvolve um estudo sobre a ética ligada ao bem.
A filosofia danatureza fundamental do ser é estudada por Aristóteles como o objetivo de definir o bem absoluto que todas as ações devem estar voltadas, e, este bem absoluto é a causa e o fim de todas as ações que se concretiza em Deus. Deus é um conceito a ser estudado que se divide no antagonismo de móvel (o domínio da natureza), e imóvel (teologia ou como o conhecimento de Deus). A teologia como metafísicacoloca-se acima de todas as ciências.
“A metafísica aristotélica exibe uma clara tendência de personificar seu primeiro princípio, apresentado como motor imóvel e o bem absoluto. A vida, a felicidade e a atividade são atribuídas a ele...” O autor se refere ao pensamento que Aristóteles passou a desenvolver para explicar o bem absoluto (o bem imóvel). Aristóteles refletia da seguinte maneira: um motorou uma força inicial com uma força em si mesmo, movimenta os demais motores ou forças, que ganham força somente a partir da força inicial, a força inicial que compreende o bem absoluto que gerará os demais movimentos e transformará as demais coisas. Assim é Deus em relação aos seres, compreende um bem absoluto, e como já dito, tem a vida, a felicidade e a atividade e possui esses elementos sempre,enquanto possuímos esses elementos por alguns momentos.
Ainda afirma que Deus pensaria somente em coisas divinas que são boas, e por isso pensaria somente Nele mesmo o tempo todo, o que equivale a uma tautologia (redundância) vazia.
Há três versões da ética para Aristóteles: Ética a Nicômaco, a Ética a Eudemo e a Grande Ética. Aristóteles inicia a sua ética afirmando “o bem é aquilo a que todasas coisas visam”, o que é quase idêntica a tese principal da Metafísica “o fim para o qual se faz cada ação é o bem, o bem em cada caso particular e, em geral, o bem supremo em toda a natureza”, porém a metafísica defende que bem: “é o bem para o homem”.
Platão defende a ideia de que há um bem absoluto em outro mundo. Já Aristóteles rejeita a ideia de Platão para a ética e afirma ”o bem não é umtermo geral que corresponde a uma única ideia”. E ainda, Aristóteles afirma que se o bem é algo que existe e é separadamente absoluto então nunca será alcançado pelo homem, porém este bem que se busca agora está ao alcance do homem, que será buscado instintivamente e dificilmente será retirado dele.
Desenvolvendo o pensamento sobre o bem Supremo afirma que este Bem é a felicidade que parecerá umaverdade incontestável, da qual só se pode confirmar com um relato explicito. E o autor afirma que a felicidade pode ser identificada como uma virtude.
Seu ponto de partida é o desejo humano, e afirma; A felicidade buscada pelo homem é o estado inalcançável de satisfação completa de todos os desejos da mente. Essa felicidade é atingida como uma recompensa pela virtude. Se você é virtuoso e seconduz como se deve conduzir então será feliz. E, por fim coloca que a verdadeira felicidade nada mais é do que a própria virtude, desde que seja uma virtude voltada para o bem. Se a virtude for do homem mau a felicidade será apenas aparente, enganadora e falsa.
Ele rejeita a ideia de que a virtude é o objetivo da vida, pois até dormindo se pode ter virtude, e nesse sentido não se pode afirmar que...
tracking img