Sustentabilidade no setor de compras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1765 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SÃO PAULO














SUSTENTABILIDADE NO SETOR DE COMPRAS
E O CASE DE SUCESSO DO GOVERNO DE MINAS GERAIS










SAO PAULO
2010
Com a constante mudança no comportamento dos cidadãos e do governo com relação à sustentabilidade, as empresas vêm sendo cada vez mais cobradas de soluções que não sejam prejudiciais ao meio-ambiente e que sejam sustentáveis nolongo prazo.
Ter somente os melhores preços ou vender produtos de qualidade não é mais o suficiente, os consumidores agora exigem das corporações que apresentem programas de sustentabilidade.
As organizações vêm se conscientizando e buscando um melhor desempenho nas 3 dimensões de seus produtos e/ou serviços econômica, social e ambiental
Além de patrocinarem e participarem deprêmios de sustentabilidade, diversas empresas criaram programas próprios, visando sensibilizar seus consumidores, funcionários e acionistas:
Braskem: a empresa tem diversos programas voltados para segurança, saúde e meio-ambiente. Foi a primeira petroquímica brasileira a assinar a Declaração Internacional de Produção mais Limpa do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente.Coca-Cola: por meio do Instituto Coca-Cola Brasil, a empresa promove diversos projetos. O “Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias” é um deles, com o objetivo de conscientizar a população sobre o problema do lixo no mar. Outro projeto é o “Reciclou, Ganhou” no qual a empresa estimula a reciclagem de embalagens PET, latas de aço, alumínio, entre outros.
Banco Real: foi considerado pelo FinancialTimes como o banco mais sustentável do mundo em 2008. A instituição financeira possui o Fundo Ethical, que investe em empresas sustentáveis, o CDB Sustentável que apoia, por meio de linhas de crédito, entidades ligadas à saúde e educação e o Fundo Floresta Real, que permite ao investidor receber o valor financeiro dos créditos de carbono gerados pelo programa de reflorestamento da empresa.Natura: a empresa de cosméticos desenvolve o Projeto Carbono Neutro desde 2007. Este projeto tem o objetivo de reduzir as emissões de gases que contribuem para o efeito estufa. A meta da empresa é reduzir 33% das emissões em relação a 2006. Outros projetos também são foco da Natura, como redução do consumo de água, uso de papel reciclado nas embalagens e valorização de comunidades locais.Para que possam ter impulso efetivo no país, as boas práticas de sustentabilidade entre as empresas públicas brasileiras dependem da adoção de critérios sociais e ambientais em seu processo de compras, bem como de um trabalho mais eficaz junto aos fornecedores, especialmente os de pequeno e médio porte.
O Governo Federal assumiu o compromisso de desenvolver uma política de sustentabilidade quegaranta, entre outras ações, a contratação de bens e serviços necessários para o bom funcionamento dos órgãos governamentais e atendimento das políticas públicas sem o comprometimento do bem estar das gerações futuras.
Como o setor público é um dos principais compradores do país (respondendo por cerca de 10 a 15% do Produto Interno Bruto (PIB)), este setor deve dar o exemplo à sociedade aopriorizar a aquisição de produtos e serviços ambientalmente corretos.
Adquirindo bens de menor impacto ambiental, reduzirá não apenas os custos do governo, mas também trará benefícios para o conjunto da sociedade. Produtos, serviços e obras de menor impacto ambiental, ainda que tenham um custo aparentemente maior no momento da contratação, são mais baratos no médio e longo prazo.Isso ocorre devido ao fato de reduzirem os gastos com políticas de reparação de danos ambientais, têm maior durabilidade e gastam menos energia. Além disso, também incentivam o surgimento de novos mercados e empregos em uma área que ganhará cada vez mais espaço no cenário nacional e mundial daqui para a frente.
Segundo o Secretário de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do...
tracking img