Surrealismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Surrealismo surge em Paris com a publicação, em 1924, do “Manifesto ao Surrealismo”, do artista plástico André Breton. Radicaliza propostas de liberdade, anti-convencionalismo e anti-tradição dosvalores da cultura ocidental. Faz emergir os impulsos das regiões ainda inexploradas da mente. Seus temas advém do inconsciente e subconsciente: os sonhos, as alterações de humor, a loucura, o acaso,as alucinações, os delírios. O manifesto foi assinado por intelectuais e artistas adeptos a este movimento. Tem como centro o automatismo psíquico puro, onde nele se expressa o funcionamento real dopensamento, livre da vigia pela razão, ou pela preocupação da estética e da moral. Os surrealistas fazem do subconsciente o solo fértil para sua criação artística, por inspiração de Freud.
Asmanifestações terão o livre curso por coisas irreais, absurdas e ilógicas sem a interferência da reflexão intelectual, onde o mundo irreal é tão verdadeiro quanto o real. Através do inconsciente os surrealistasbuscam a conquista completa de sua libertação, eliminando os preconceitos filosóficos, políticos e religiosos, conceitos estes inibidores da personalidade imposta pela cultura e educação. Oscenários criados pelos artistas surrealistas representam, através de temas simbólicos, incomunicáveis e extremamente pessoais, as manifestações subconscientes, um mundo distante da razão e da lógica, formandoum cenário visionário, um mundo de sonhos fantástico. O surrealismo foi um movimento artístico com vertentes na pintura, escultura, literatura, teatro e cinema, e serviu como fonte inspiradora aoutras correntes artísticas.
A Interpretação vista por Sigmund. Freud :

Para ele, a arte deveria partir do irracional, pois a criatividade verdadeiramente livre provém das profundezas pouco conhecidasda psique, chamadas por Freud de inconsciente. Além da vida (e da cultura) organizada, consciente, que carcteriza determinada civilização, Freud estudou uma outra vida, mais livre e mais...
tracking img