Surgimento do serviço social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1472 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Serviço Social
Fundamentos Históricos Teóricos metodológicos do Serviço Social
Professoras EAD: Maria Elaine Cristina Vaz Vaez Gomes Maria Laura Marcia Rosa dos Santos
Tutora presencial: Maria Lúcia Freitas

Nídia de Paula Lira - RA: 293751
Joicilene Davi Carneiro - RA: 292207
Jane Heiry Pinheiro Soares - RA: 140617
Ana Patrícia doNascimento Costa - RA: 29050
Maria Conceição de Souza Oliveira - RA: 334504

-2011-

Resumo
Este trabalho tem por objetivo a busca pela construção de conhecimento na área histórica do surgimento, trajetória, processo de desenvolvimento do Serviço Social.

Palavras Chave: Serviço Social, surgimento, desenvolvimento, trajetória.

Introdução
O serviço social surgiu na era medieval,possuía economia natural, as relações de troca eram simples. O Serviço Social tem em sua gênese, “marca profunda do capitalismo e do conjunto de variáveis: alienação, contradição e antagonismo que buscou afirmar-se historicamente como uma prática humanitária, sancionada pelo Estado e protegida pela Igreja, como uma mistificada ilusão de servir”. (Martinelli, 2001:66).
O Serviço Social nascedo capitalismo, da necessidade da demanda, em meados do século XIX. Antes do capitalismo a assistência social era aplicada pela Igreja, com o surgimento do capitalismo, houve necessidade da categoria do serviço social. No Brasil, segundo Iamamoto, o Serviço Social surge no início da década de1930 através do movimento de “reação católica”, e “é respaldado em uma vasta rede de organizaçõesdifusoras de um projeto de recristalização da ordem burguesa, sob o imperativo ético do comunitarismo cristão”. (IAMAMOTO, 2004, p. 18).
Com as mobilizações e reivindicações da classe trabalhadora nas primeiras duas décadas do século passado, abre-se o debate sobre a “questão social” em toda sociedade, o que obriga o Estado, a Igreja e a burguesia a se posicionarem diante dela. ConformeMartinelli (2001, p. 122).
Portanto, nesta perspectiva, o Serviço Social nasce do antagonismo entre os interesses da classe trabalhadora assalariada, e da burguesia que surgem da aliança entre as forças do Estado, Capital e Igreja, garantindo assim não só uma abordagem teórica e prática da profissão, como também as estratégias ideológicas de gestão dos movimentos sociais.

1. OSurgimento Social na América Latina

O serviço social se iniciou nos países da Europa, especialmente nos de religião católica, decorrente do atendimento religioso aos pobres e enfermos por razões caritativas. Veio para o Brasil, já como profissão, em 1930 com base nos ensinamentos de franceses e belgas. Sofreu a influência norte-americana ao final da 2ª Guerra mundial (1945) e nas décadas de70/80 houve uma

disputa (reconceituação) sobre a necessidade de um trabalho que levasse em conta as necessidades latino-americanas e não as receitas de países estrangeiros (época da disputa entre o sistema capitalista e o socialismo) que resultou em que até hoje essa profissão - embora obediente aos ditames do capitalismo - tem um ensino acadêmico e um discurso profissional baseado nasteorias marxistas. Nos países da America Latina, o Serviço Social destacou-se no Chile pelas idéias de libertação das teorias estrangeiras (americanas) quase na mesma época que ocorreu Brasil. Na década de 30, com a nova visão de sociedade assistencialista, foram formados os primeiros grupos de mulheres designadas a serem assistentes sociais, para fazer o intercâmbio entre as necessidades da populaçãoe o governo. Muito foi o apoio da Igreja católica nesse acontecimento. As escolas de formação começaram a existir em 1936, mas a profissão só foi regulamentada em 1957. Atualmente a lei que regulamenta esta profissão é a 8662 de 1993. É importante salientar que o exercício da profissão de Serviço Social requer formação universitária com duração de 04 anos e inscrição nos Conselhos Regionais...
tracking img