Superdicas de ortografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2442 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Superdicas de Ortografia
Autor: Dad Squarisi

Capítulo 1: Escrever certo pega bem

Neste capítulo, vimos que a ortografia não é importante para a comunicação, pois mesmo que as letras de uma palavra estejam em ordem diferente, entendemos claramente a leitura. Mas de outro lado, é coerente escrever certo, preocupando-se com acentos, vírgulas, pontos, hífen, etc., pois pegabem em concursos, universidades, e para a sociedade como um todo.

Capítulo 2: Ortografia é Fixação

Aqui o autor, complementa o 1ª capítulo dizendo que quanto mais o ser humano estar em contato com a escrita, menor a chance de levá-lo ao erro da escrita, sem ao certo conhecer a regra da palavra (etimologia), mas sim porque as vemos sempre sua grafia. Também sita uma das váriasregras da ortografia: “ as palavras derivadas seguem as primitivas “ , mantendo-se assim, a grafia original, mas que por outro lado existem as traidoras.

Capítulo 3: Palavras têm mais de uma cara

Na língua portuguesa há palavras com duas ou mais grafias, e tanto faz, escrevê-las de um jeito ou de outro que a pronúncia é a mesma. Mas existem palavras que enganam, os cidadãos pensamque escrevê-las de outro modo está correto, mas estão muito enganados.

Capítulo 4: Pronúncias iguais dão recados diferentes

Sita as palavras homófonas, no qual tem a mesma pronúncia, mas grafia e significados diferentes.

Capítulo 5: O alfabeto tem manhas

Entende-se aqui que o alfabeto tem manhas, por ser ensinado pelos professores e aprendido pelos alunos, deum jeito divertido e gostoso, cada professor tem uma forma diferente do outro de ensinar o alfabeto a seus alunos.

Capítulo 6: Vogais usam máscaras

Vogais usam máscaras, porque representam fonemas (sons) diferentes, as vezes oral, outra nasal, ora aberto, ou até reduzido, como é o caso também da consoante X, que as vezes tem som de CH, outra Z, ora C e também de KS (táxi).Capítulo 7: Consoantes adoram, disfarces

Consoantes adoram disfarces, pois assim como as vogais elas também “multiplicam os sons” como o X, que as vezes pronuncia-se CH, ora Z, outra S, também tem som de C e até mesmo KS em “táxi”. Outras consoantes como o C e o S, dependendo da grafia também têm diversos sons.

Capítulo 8: Nas palavras, há letras mudas

Nas palavras,há letras mudas, pois na ortografia brasileira temos escritas, chamadas dígrafos, que não são pronunciadas, no qual duas letras tem apenas um som (foneticamente).

Capítulo 9: Nos verbos, S ou Z depende do infinitivo

Nos verbos, S ou Z depende do infinitivo, pois sempre que o fonema Z soar, no nome do verbo, sempre será essa última letra do alfabeto. Nos verbos querer e pôr, o Znão aparece quando conjugado e sim o S.

Capítulo 10: Z e S têm a ver com a origem da palavra

O sufixo “-eza” formam substantivos abstratos derivados de adjetivos, assim como, “-esa” forma adjetivo derivado de substantivo. A dúvida está na origem da palavra.

Capítulo 11: O sufixo –isar não existe

O sufixo –isar, ou –izar? Seu emprego está na origem doverbo, ou seja, para não ter dúvida entre isar e izar, é só lembrar do radical que o verbo se derivou.

Capítulo 12: Acento é sinal de rebeldia

Acento é sinal de rebeldia, pois durante muito tempo, houveram discussões para firmar um acordo entre proparoxítonas, paroxítonas, oxítonas.

Capítulo 13: Oxítonas e paroxítonas são inimigas eternas

Pois nunca seencontraram. Enquanto as oxítonas terminadas em EM e ENS recebem acento, as paroxítonas com a mesma terminação não recebem. Já as paroxítonas terminadas em EN recebem o acento agudo.

Capítulo 14: Vamos cortá-lo, depois reparti-lo

Neste capítulo veremos os pronomes oblíquos. O no pede passagem quando o pronome o vem após a letra M ou com ditongos nasais (amam-na). O lo aparece...
tracking img