Suinos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Acta Scientiae Veterinariae . 36(Supl 1): s143-s154, 2008.
ISSN 1678-0345 (Print) ISSN 1679-9216 (Online)

Planejamento da produção de suínos em lotes com vazio sanitário Planning of pig production in batches with empty period
Armando Lopes do Amaral & Nelson Mores

INTRODUÇÃO
A produção de suínos em lotes visa criar os animais em grupos com idades semelhantes. Para isso, a granja precisadispor de salas com entrada e saída exclusivas nas diversas fases de produção, principalmente na maternidade, creche e crescimento-terminação. O número de salas em cada fase depende do intervalo entre lotes que se pretende trabalhar e do período de ocupação (período em que os animais permanecem na sala, mais o vazio sanitário). É importante salientar que o tamanho do rebanho não influencia onúmero de salas, mas sim sua capacidade (tamanho). Também, não esquecer que as instalações são planejadas e definidas somente na construção ou na reforma da granja, enquanto que os lotes de porcas precisam constantemente ser ajustados, considerando os retornos ao cio, descartes e a reposição de leitoas. A finalidade do vazio sanitário é completar a ação da desinfecção [11], que para uma secagem completasão necessários no mínimo de 4 a 8 dias. Construir ou reformar a granja em salas nas diversas fases da produção possibilita realizar o vazio sanitário nas instalações para reduzir a pressão infectiva do ambiente, a transmissão de doenças entre animais de idade diferente mantidos no mesmo ambiente, bem como melhorar o desempenho, diminuir o uso de medicamentos e otimizar a mão-de-obra disponívelna granja [6,8,9]. Ademais, permite visualizar melhor os dados produtivos do rebanho, facilitando a gestão da produção [1]. No interior de uma granja, a infecção dos animais por agentes enzoóticos é facilitada quando suínos de diferentes idades são mantidos no mesmo ambiente ou devido à contaminação residual das instalações provocada por suínos de lotes anteriores (que é o caso do sistemacontínuo). A produção em lotes com vazio sanitário correto entre eles é fundamental para amenizar essa situação [7]. Nesse artigo serão abordadas várias possibilidades de manejo que podem ser adotados na granja para produção em lotes e realizar o vazio sanitário nas instalações em cada fase de produção [5,10,11].

I - POR QUE ORGANIZAR A GRANJA PARA PRODUZIR SUÍNOS EM LOTES COM VAZIO SANITÁRIO NASINSTALAÇÕES?
A justificativa principal para produzir suínos em lotes e realizar o vazio sanitário nas instalações entre eles é para melhorar a saúde e o desempenho dos animais (Tabelas 1 e 2). A redução dos problemas patológicos em grande parte deve-se a redução na pressão de infecção (Figura 1). Nessa figura, observa-se que num sistema contínuo de produção sem vazio sanitário, a tendência da pressão deinfecção é aumentar continuamente. Mesmo que haja pequena queda entre um lote e outro, rapidamente ultrapassa o limiar de infecção, favorecendo a ocorrência de doenças de rebanho. Por outro lado, quando a instalação é manejada no sistema todos dentro todos fora com vazio sanitário correto, dificilmente o limiar de infecção é superado, pois a sala é lavada e desinfetada entre cada lote, reduzindo acontaminação a uma situação semelhante à de uma granja nova.

Embrapa Suínos e Aves, Concórdia, SC/Brasil. CORRESPONDÊNCIA: A. Amaral [amaral@cnpsa.embrapa.br]

s143

Amaral A.L. & Mores N. 2008. Planejamento da produção de suínos em lotes com vazio sanitário Acta Scientiae Veter inar iae. 36 (Supl 1): s143-s154.

Tabela 1. Desempenho e ocorrência de lesões pulmonares de suínos criadosnos dois sistemas de produção
Variáveis Ganho médio diário (g) Dias para abate 104,5 kg Lesão de pneumonia (%) Escore Lesão (%)
Fonte: [8]

Todos dentro Todos fora 772 Menos 12 63 3

Contínuo

708 69 6

Tabela 2. Desempenho e ocorrência de lesões pulmonares em suínos criados nos dois sistemas de produção
Variáveis Ganho médio diário (g) Dias para abate 104,5 kg Lesão de pneumonia...
tracking img