Subjetividade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 36 (8901 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
HOMO VIRTUALIS: O ELO ENTRE O DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E A
PRODUÇÃO DA SUBJETIVIDADE HUMANA
HOMO VIRTUALIS: THE LINK BETWEEN THE TECNOLOGICAL
DEVELOPMENT AND THE HUMAN SUBJECTIVITY PRODUCTION
Fernanda Lima Zanata (UNIVAG)1
Andrea Jakubaszko (UNIVAG)2
Resumo: Este trabalho tem como objetivo compreender as implicações do desenvolvimento
tecnológico sobre a produção da subjetividadehumana. Para tanto, privilegia uma concepção
da subjetividade associada à relação imaginária que caracteriza a conexão do Homo com o
mundo que o cerca, através da produção de signos intermediada pelo artifício (técnica). O
tema é desenvolvido a partir das contribuições de MORIN, LÉVI, BENJAMIN e RABINOW
e aponta para discussões que abordam os paralelos imaginário/real, artificial/natural,real/virtual, objetividade/subjetividade.
Palavras-Chave: Subjetividade, Tecnologia, Imaginário, Real, Virtual.

Abstract: This article aims to understand the implications of the technological development
upon the human subjectivity production. To accomplish that, it privileges a subjectivity
conception associated to the imaginary relationship that summarizes the connection from the
Homo with thesurrounding world, through the production of signs, intermediate by the
artifice (technique). The theme is developed from contributions by MORIN, LÉVI,
BENJAMIN e RABINOW, and points to discussions that cover the parallels imaginary/real,
artificial/natural, real/virtual, objectivity/subjectivity.
Keywords: Subjectivity, Technology, Imaginary, Real, Virtual.

INTRODUÇÃO
Este trabalho tem comoobjetivo fazer uma reflexão acerca das implicações do
desenvolvimento tecnológico sobre a produção da subjetividade humana. Para abordar o
assunto podemos iniciar refletindo pelo fato de que, desde o domínio do fogo, da fabricação
das primeiras cerâmicas, chegando às navegações e à era da industrialização, o homem foi
modificando suas relações consigo e com o mundo que o rodeia, sendo estasrelações
construídas através da intermediação entre a produção de sentidos e a relação com o artifício.
Esse caminho não se fez e não se faz de modo linear, nem contínuo, ao contrário,
engendra trocas, rupturas e define relações complexas, posto que a produção de sentidos não é
redutível a nenhum recorte epistemológico, pois se dá de maneira tão complexa, sendo
1

Graduanda da faculdade dePsicologia pelo UNIVAG – Centro Universitário. fernandazanata@hotmail.com
Mestre em Antropologia pela PUC/SP, Membro do corpo docente do curso de psicologia do UNIVAG –
Centro Universitário.
2

1

possível vários lócus de visão, cada qual acaba por angariar um, ou alguns dos aspectos desse
fenômeno.
Inicialmente, o que motivou a escolha do tema a ser trabalhado neste artigo, foi a
questãoda subjetividade, com a questão problema: “Como está a produção da subjetividade
neste mundo moderno e tecnológico em que vivemos atualmente?”
No que diz respeito à subjetividade, este tipo de questionamento levantado
inicialmente, revela, de certa forma, o que entendemos por subjetividade, pois fica claro que a
idéia que é transmitida é que existe uma subjetividade e que ela nos leva, nosconduz a um
núcleo, a um centro, a um eixo de nossa própria formação.
No entanto, por meio da seleção bibliográfica realizada, constatamos que a
subjetividade, entendida como uma instância psíquica, fora inventada. Ela emerge enquanto
objeto juntamente com a ciência psicológica.
Recorremos a Prado Filho e Martins (2007, p. 4), que trabalham justamente com essa
contextualização histórica dotrajeto percorrido em nossa noção de subjetividade:
Descentrar a análise da subjetividade deste eixo habitual do desenvolvimento da
personalidade e da identidade, tomando-a como resultado da dispersão de forças
sociais, implica tratá-la como figura histórica que não tem centro, permanência,
inerência ou substância, nem qualquer sentido, naturalizante, biológico, genético ou
determinista, e...
tracking img