Suas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3364 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SERVIÇO SOCIAL


CONTEXTUALIZAÇÃO E ANÁLISE DAS POLÍTICAS SOCIAIS


PNAS -POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL


SUAS – SISTEMA ÚNICO DA ASSISTÊNCIA SOCIAL










13/06/2012

SUMÁRIO

APRESENTAÇÃO ......................................................................................................IINTRODRUÇÃO.........................................................................................................II
A TRAJETÓRIA SÓCIO HISTÓRICA DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL........................................................................................................................III
ART 203 E 204 DA LEI ORGÂNICA DA ASSITÊNCIA SOCIAL........................IV
VISITA AO CENTRO DEREFERÊNCIA DA ASSISTÊNCIA SOCIAL (CRAS)............................................................................................................................V
AÇÕES DA POLÍTICA NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL (PNAS)............................................................................................................................VI
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS........................................................................VII












I.APRESENTAÇÃO
O trabalho realizado apresenta a contextualização e análise dos artigos da Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS), Política Nacional de Assistência Social (PNAS) e Sistema Único de Assistência Social (SUAS).
Estes são programas que beneficia e assegura direitos de cidadania aos que deles necessitam.Trata-se portanto, de transforma em ações diretas os pressupostos da Constituição Federal de 1988 e da LOAS, por meio de definições, de princípios e diretrizes que nortearão sua implementação de cidadania.
















I. INTRODUÇÃO
Ao considerar as condições políticas e institucionais reunidas no referido trabalho, cabe relembrar os avanços conquistados pela sociedadebrasileira na construção da Política de Assistência Social, decorrência de seu reconhecimento como direito do cidadão e responsabilidade do Estado. Junto ao processo de descentralização, a Política Nacional de Assistência Social trás sua marca no reconhecimento de que para além das demandas setoriais e segmentadas, o chão onde se encontram e se movimentam setores socioterritoriais na sua configuração.
OSUAS, em modelo de gestão é descentralizado e participativo, constitui – se na regulação e organização em todo o território nacional das ações socioassistenciais e materializa o contéudo da LOAS, cumprindo no tempo histórico dessa política as exigências para a realização dos objetivos e resultados esperados que devem consagrar direitos de cidadania e inclusão social e segmentos faz diferença nomanejo da própria política, significando considerar as desigualdades














III. A TRAJETÓRIA SÓCIO HISTÓRICA DA POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL
A Política pública de proteção e direito social, não pode ser compreendida fora da concepção
de questão social, que estando sendo realizada na contradição capital x trabalho que tem sua
especificação definida no âmbito do modocapitalista de produção e de seu
processo de complexidade no Brasil, mais especificamente no período
contemporâneo. Pensar a Assistência como política pública de proteção e direito, neste
contexto, nos remete a necessidade de compreendê-la como um processo histórico
que vem se construindo na medida em que a questão social ultrapassa o caráter
individual dos problemas, passando a ser vista comofenômeno de massa, e
necessitando de respostas para seu enfrentamento.
Para analisar a Política de Assistência Social é fundamental investigar a sua trajetória. A Constituição Federal é um marco fundamental desse processo porque reconhece a assistência social como política social que, junto com as políticas de saúde e de previdência social, compõem o sistema de seguridade social brasileiro....
tracking img