Suape

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1416 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O Estado de Pernambuco passa por uma fase de singular destaque no cenário econômico, nacional e regional. Com expectativa de crescimento econômico positivo em torno de 6% para 2010 de acordo com dados divulgados pela empresa de Consultoria TGI , com uma variação de 2,2% quando comparado com o resultado alcançado em 2009 que ficou em 3,8%, resultado ainda considerado bom, quando comparado com odesempenho do Brasil que teve uma redução de 0,2% no mesmo período.
Esse desempenho da economia pernambucana mostra claramente, a força dos agentes econômicos do Estado em gerar riquezas, apesar dos resquícios ainda em 2009 da crise financeira internacional, mesmo assim atingiu um resultado positivo na evolução do seu produto Interno Bruto, PIB.
Nesse cenário otimista para a economia do Estado, oempreendimento portuário de Suape se destaca pela importância estratégica na geração de riqueza, renda, emprego, ocupação e de investimentos principalmente na infra-estrutura, que visam tornar Pernambuco referência nacional e internacional na produção de navios de grande porte.
Com uma extensão de 14 mil hectares, Suape figura entre os maiores portos do mundo em extensão e vem atraindo a atençãode investidores nacionais e internacionais. Conta com aproximadamente 96 empresas instaladas e mais de 20 novas plantas em construção, investimentos que alavancam empregos para milhares de trabalhadores em sua grande maioria (82%) da mão-de-obra é de origem pernambucana. Efetivamente Suape representa um dínamo econômico na geração de emprego e de recursos para as famílias dos municípios deIpojuca e do Cabo de Santo Agostinho entre outras comunidades da região.
De acordo com dados oficiais, Suape emprega diretamente a mais de 30 mil pessoas em sua maioria mão-de-obra local. Entre os projetos que chamam a atenção estão os estaleiros, iniciativa que se iniciou com a instalação do estaleiro Atlântico Sul que inaugurou recentemente, o primeiro navio de grande porte construído no Brasil,após mais de 16 anos de estagnação do setor de construção de navios.
Este setor têm grandes expectativas de crescimento, com novas encomendas de mais de vinte navios de grande porte para o transporte de combustível e de derivados de petróleo.
O Porto de SUAPE, teve uma importância fundamental no escoamento da produção da região como mostra o quadro No.1.

Em efeito, a evolução do movimento denavios que utilizam o porto de Suape como ponto de chegada e de partida do intercâmbio comercial do Brasil com o mercado interno e internacional, vem evoluindo positivamente, em 2007 houve um incremento positivo de 18,67% quando comparado com o desempenho de 2006, para o ano de 2008, teve uma queda significativa provocada pelos efeitos da crise financeira internacional, que afetou diretamente omovimento marítimo internacional nos quatro cantos do mundo, porém, no ano de 2009, após uma efetiva recuperação do cenário externo o movimento de navios teve uma recuperação de 10% e de acordo com os dados divulgados até março de 2010, o fluxo dos navios que passaram pelo porto em 3 meses atingiu um movimento de 284 embarcações, as expectativas de crescimento para 2010 são positivas eprovavelmente terá um crescimento acima do resultado de 2009.
Outro sinal importante é o crescente fluxo de navios porta-conteiners, que utilizaram as instalações de Suape entre os anos de 2007 ate março de 2010. O movimento desse tipo de embarcações vem atingindo representativo desempenho, como mostra o quadro No.2.
Em efeito, no ano de 2007, o fluxo de navios porta-conteiners, teve um movimento de 575desse tipo de navios que utilizaram as instalações do porto, representando uma variação de 22,54% em relação ao ano anterior de 2006. Em 2008, 556 navios passaram pelo porto, nesse período o movimento teve uma queda de 14,8%, em decorrência dos efeitos da crise financeira internacional. Superada a crise internacional em 2009, passaram por Suape 687 navios atingindo uma recuperação de 24%...
tracking img