Street dand/ce

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1600 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
http://www.faap.br/revista_faap/revista_facom/facom_17/fochi.pdf
http://dancaderua.com.br/historia.
Introdução
O HIP HOP
Ao contrário do que pensam muitos leigos no assunto, o hip hop não é um
gênero musical, apesar de ter fortes vínculos com a música. Ela representa um dos
principais meios de manifestação desta cultura, assim como a dança. Talvez, por
este fato, assimile-se o nomehip hip como sendo um estilo musical e de dança.
Todavia, é muito mais que isso.

HIP HOP NO BRASIL E OS 3 ELEMENTOS
Assim como nos Estados Unidos, no Brasil
o break também foi a primeira vertente de toda
essa cultura hip hop. Lá, os primeiros breakers que
dançavam na periferia de Nova York, na década de
1960, faziam-no com o intuito de protestar contra
a guerra do Vietnã.Os passos da dança simulavam
movimentos dos feridos de guerra bem como de
instrumentos de guerra. No Brasil não houve essa
conotação. Os primeiros dançarinos de break de São
Paulo e do Rio de Janeiro, tinham como objetivo
diversão e a busca da auto-estima.
A Praça Ramos, em frente ao Teatro Municipal
de São Paulo, foi o local escolhido pelos primeiros
praticantes do break.Todavia, pela inadequação do
piso, mudaram para a rua 24 de Maio, esquina com
a Dom José de Barros, também na região central.
O piso de mármore e as lojas que vendiam luvas e
lantejoulas tornavam o ambiente propício para os
adeptos e praticantes.
No início, os praticantes do break não eram bem
vistos, chegando a sofrer preconceito e perseguição.
Todavia, com o passar do tempo, a dança foise
disseminando, tornando-se conhecida e apreciada
não só pelos negros, mas também por moradores e
freqüentadores de regiões nobres da cidade de São
Paulo.
Diferente de outros modismos, o break não
acabou, pelo contrário, continua até os dias de hoje. A
dança - mesmo tendo deixado de ser moda e praticada
por outras tribos e classes sociais - fortaleceu-se com
a chegada do rap, dografite e, principalmente, com a
conscientização das pessoas sobre as causas vinculadas
ao hip hop.

História do Street Dance ou Dança de Rua
            As primeiras influências vieram a surgir na época da grande crise econômica dos EUA, em  1929 , quando os músicos e dançarinos que trabalhavam nos cabarés ficaram desempregados e foram para as ruas fazer seus shows.
Em 1967, o DJ koolD.J Herth lançou essa dança através do Funk (não confundir com o funk carioca.).
            O Breaking, uma das vertentes dos Street Dances, explodiu nos EUA em 1981 e se expandiu mundialmente. No Brasil, os dançarinos incorporaram novos elementos à dança.
Existem dois tipos de street dances:
1. Street dances vinculada a Cultura Hip Hop, grupos ou crews;
2. Street dances vinculada àsacademias e estúdios de dança.
            No Brasil a uma variedade enorme, em 1991 mais ou menos por volta de janeiro foi que a dança de rua começou aqui no nosso país, na verdade ela foi criada em Santos, Marcelo Cirino juntamente aoRicardo Dias idealizaram toda a coreografia e ajudados por bailarinos, eles fizeram um trabalho de pesquisa desde de 1982 e assim incorporando elementos da nossacultura começaram a dança de rua Brasileira, uma dança para todos não importa a raça nem a idade, ela veio para ficar.
Podemos caracterizar o Street Dances como:
* Um trabalho de coordenação motora com ritmo e musicalidade;
* Um ritmo,onde se dá mais atenção aos movimentos fortes e enérgicos executados pelos braços, pernas, movimentos acrobáticos coreografados, saltos e saltos mortais.
*Uma dança com maioria de dançarinos homens, porém hoje encontra-se um maior espaço para as mulheres.
* São usadas músicas que tenham batidas fortes e marcantes,algumas músicas eletrônicas e em geral músicas cantadas em cima dos breakbeats.
            A Street Dances quando vinculada ao movimento Hip Hop (Hip do inglês - quadril; Hop - pulo) toma um outro sentido na história e em sua...
tracking img