Status e conjunto de status

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1313 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE RECIFE
Construção Naval

Felipe de Santana

status e conjunto de status

Jaboatão dos Guararapes – PE
2011

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE RECIFE

status e conjunto de status

Trabalho apresentado à disciplina
Sociologia, do Professor. Lucas Galindo; para
obtenção de nota relativa ao 2º período/2011.

Por:
Felipe de Santana
ConstruçãoNaval 2 período.

Jaboatão dos Guararapes. PE
03/2011

SUMÁRIO

1 INTRODUÇAO................................................................................................3
2 CAPITULO DE DESENVOLVIMENTO......................................................4
3CONCLUSÃO..................................................................................................5
6 BIBLIOGRAFIA..............................................................................................5

1 INTRODUÇÃO

Minha pesquisa tem como objetivo mostra que durante nossa vida adquirimos vários status, aqueles que são status naturais da natureza como: filho, irmão, primo, pai,tio, avô e etc. E aqueles que são impostos pela sociedade como trabalhador, consumidor, usuário de ônibus, motorista e etc. todos esses status forma um conjunto de status que mostra para a sociedade os papeis que você exerce.

A ideia de status social está ligada às diferentes funções que um sujeito pode ocupar no interior da sociedade em que vive. Se compreendermos ele como um sujeito oriundo dasclasses médias, por exemplo, podemos enxergar quais hábitos, vínculos e funções que podem definir seu status no meio em que vive. Para tanto, avaliamos qual tipo de posto de trabalho ocupado, os locais de lazer frequentados, o partido político ao qual está filiado e sua posição no núcleo familiar.

Para se estabelecer uma definição mais bem acabada sobre os diferentes tipos de status que umapessoa pode ter, os estudos sociológicos costumam grifar a existência de dois tipos de status: o status atribuído, onde alguém ocupa determinada posição independente de suas próprias ações (como “irmão mais velho” ou “filho de empresário”); e o status adquirido, situação em que a pessoa age em favor de certa condição (como “especialista” ou “criminoso”).
Nas sociedades pré-modernas, a diferenciaçãodo status é extremamente variada. Em alguns casos ela pode ser bem rígida, tais como no sistema de castas da Índia Em outros casos, o status tem uma importância relativamente pequena ou pode sequer existir, como ocorre em algumas sociedades de caçador-coletores tais como os Khoisan, algumas tribos de nativos australianos e outras sociedades não estratificadas. Nestes casos, o status está limitadoa relacionamentos pessoais específicos. Por exemplo, de um homem!Kung se espera que leve muito a sério a própria sogra (a mãe de sua esposa); mas a sogra não tem "status" sobre ninguém, exceto sobre o genro – e somente em certos contextos.
Nas sociedades modernas, a ocupação é geralmente considerada como a principal dimensão do status, mas mesmo nas sociedades da atualidade, outras filiações(tais como grupo étnico, religião, gênero, trabalho voluntário, fã-clubes, passatempos etc, podem ter sua influência). Um médico, por exemplo, possui um status social mais alto do que um operário de fábrica, mas em algumas sociedades, um médico caucasiano católico possui um status mais elevado do que o de um médico afro-descendente praticante de alguma religião minoritária.
Status é uma idéia-chavena estratificação social. Max Weber distingue status de class social, mas alguns sociólogos empíricos contemporâneos fundiram as duas idéias num "Status Sócio-Econômico", geralmente operacionalizado como uma simples tabela de rendas, educação e prestígio ocupacional.
Inconsistência de status é uma situação na qual a posição social do indivíduo tem influências tanto positivas quanto negativas...
tracking img