Staphylococcus aureus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4068 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

O ser humano encontra-se constantemente exposto à presença de microrganismos. Somos sabidamente colonizados por inúmeras bactérias de variados gêneros e espécies. Neste ínterim, podem existir relações benéficas unilaterais, relações de mutualidade ou até mesmo relações prejudiciais ao hospedeiro.
Um dos principais colonizadores do homem é o gênero de bactérias Staphylococcus. Estegrupo de bactérias pertence à família Micrococcaceae, composta por 33 famílias, sendo 17 das quais podendo ser encontradas em amostras biológicas humanas (Tanure – 2007). Existem na pele de todas as pessoas, geralmente estirpes pouco virulentas, embora frequentemente seja encontrada a espécie Staphylococcus aureus – que terá uma abordagem maior por se apresentar particularmente patológica – semcausar qualquer tipo de doença. Além da pele, são colonizadores também do intestino e do trato urinário.
Bactérias desse gênero são, em sua maioria, anaeróbias facultativas, sendo que uma espécie é anaeróbia obrigatória (Peptostreptococcus). Assim, quase todas as espécies podem viver em meio rico em oxigênio ou na ausência dele, realizando fermentação, entretanto possuem crescimento mais aceleradoem meios oxigenados. Essas bactérias, em geral, não possuem flagelo, o que as torna incapazes de locomoção espontânea, e têm temperatura ótima de desenvolvimento na faixa de 30º C a 37º C, sendo assim excelentes colonizadores humanos.
É interessante conhecer as formas de desenvolvimento destas bactérias no organismo humano, já que elas são responsáveis por algumas doenças. O presente trabalho éuma revisão bibliográfica que visa entender melhor as características morfológicas, fisiológicas e patológicas destes microrganismos, bem como a resposta do sistema imunológico humano, os sinais e sintomas desencadeados por doenças e seus respectivos tratamentos. Além disso, nessa revisão há um objetivo de abordar o diagnóstico, os meios de cultura específicos e os testes sorológicos, fazendo-setambém uma breve abordagem epidemiológica das principais doenças no Brasil e, mais especificamente, no Distrito Federal.

Métodos

Foi realizada uma revisão bibliográfica envolvendo a utilização de artigos científicos das bases de dados Scielo e PubMed. Além dos artigos envolvidos na pesquisa, também foram utilizados livros didáticos e, para a análise epidemiológica, foi aplicada a ferramentaTabWin, que abriga inúmeros dados de óbitos relatados ao Ministério da Saúde no Sistema de Mortalidade (SIM).

Resultados

Morfologia
Staphylococcus são bactérias que têm características morfológicas claramente determinadas. De acordo com Murray em seu livro, possuem forma esférica com cerca de 1 µm de diâmetro e formam grupos sem aparente coerência na organização, lembrando cachos de uvas,origem grega da palavra staphylé que fornece o nome ao gênero. Em sua estrutura externa não podem ser observados flagelos, o que torna o aspecto visual da cepa aparentemente liso.

Fisiologia
Possuem parede celular com espessa camada de peptideoglicano, sem a presença de membrana externa, o que as classificam como bactérias gram-positivas. Os principais componentes do peptideoglicano da paredecelular são a mureína, o ácido teicoico e alguns polissacarídeos. São anaeróbios facultativos – que nada mais são do que aeróbios adaptados – sendo capazes de se desenvolver em meios ricos em oxigênio ou sem a presença deste. Na presença de oxigênio utilizam-se da oxidação de glicose para obter suas fontes de energia para o metabolismo e na ausência dele realizam fermentação. São bactérias mesófilas,mais precisamente com temperatura ótima de desenvolvimento entre 30º C e 37º C, o que torna o ser humano o hospedeiro ideal para esse vasto grupo de bactérias.

Patologia
Com o passar das eras, os staphylococcus sofreram modificações e posterior seleção natural que os tornaram muito bem adaptados à colonização do organismo humano e de outros mamíferos. Entretanto, alguns desses métodos...
tracking img