Sons of gratitude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1629 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SONS OF GRATITUDE
Gestão Empresarial
Augusto Correia
GLAT B
2010/2011

Filipe Silva
João Silva
Mariana Cabral
Ruben Botelho
15/04/2011

Índice

1 - Introdução
2 – Projecto Sons of Gratitude
2.1 – Ambiente interno e externo da associação
2.2 - População alvo
2.3 - Objectivos do projecto
2.4 - Actividades a desenvolver
2.5 - Estratégias
2.6 - Cronograma dodesenvolvimento do projecto

3 - Conclusão
4 - Anexos

Introdução


Somos quatro alunos do curso de Gestão do Lazer e Animação Turística na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril e estamos a realizar um projecto de empreendorismo de acção social no âmbito da disciplina de Gestão Empresarial. Vimos neste projecto a oportunidade de nos sensibilizarmos para uma responsabilidade cívicaque é de todos mas que ainda pouco se faz ouvir: a solidariedade. Olhando à escala mundial as diferenças sociais são arrebatadoras, mas ainda mais o são quando olhamos a escala do nosso pais. Quando saímos a rua, e no nosso próprio bairro vemos pessoas marginalizadas pela sociedade porque têm uma cor de pele diferente, outra crença, ou cultura, ou mesmo outro peso na carteira. A questão é quantosde nos se deparam com isto todos os dias, também através da televisão ou da internet, e decidem agir para quebrar esta espiral de desigualdades? A verdade é que fazer a diferença está ao alcance de todos nós.
A fome, a miséria e a repressão sempre foram componentes significativas no cenário mundial, mas nos últimos meses o desespero instalou-se de tal modo, essencialmente nas populações dospaíses do terceiro mundo, que desencadeou uma onda descontrolada de manifestações, revoltas e emigrações. Tendo em conta esta polémica, achamos pertinente engloba-la no nosso projecto, e como tal escolhemos como associação o Conselho Português para Refugiados. O CPR, e a maior entidade portuguesa responsável por acolher, legalizar e integrar no nosso país, imigrantes de todos os cantos do mundo. Umadas instalações primarias do CPR e o Centro de Acolhimento para Refugiados, o CAR, que e com quem iremos trabalhar directamente. Tem capacidade para acolher nas suas instalações quase cinquenta pessoas, mas o maior trabalho é sem dúvida o de integrar as pessoas, muitas vezes famílias inteiras, na sociedade portuguesa, arranjando-lhes casa, ensinando-lhes a falar português, falando-lhes da nossacultura, e por vezes ate dando-lhes oportunidades de emprego.
Num primeiro contacto com a associação, apelaram-nos para certas dificuldades que esta tinha a nível alimentar, pois claramente as ajudas recebidas não são suficientes para cobrir as necessidades de um fluxo sempre crescente de pessoas a chegarem ao centro. Entre outros, o produto mais escasso é o leite pelo que concordamos então, ser anossa contribuição para a associação.
Afinal, o que custa dar vinte cêntimos por um pacote de leite se esse e o preço a pagar para mudar uma vida para melhor?

Projecto Sons of Gratitude

Ambiente interno e externo da associação

O Conselho Português para os Refugiados (CPR) é uma Organização não Governamental para o Desenvolvimento (ONGD) sem fins lucrativos que foi criada a 20 deSetembro de 1991, inspirada numa cultura humanista de tolerância e respeito pela dignidade dos outros povos.
O seu objectivo principal é promover, através de análises, trabalhos e trocas de informações, uma política de asilo mais humana e liberal, a nível nacional e internacional.

Actualmente o CPR tem em execução quatro projectos:
"Começar de Novo - Apoio aos Projectos de Vida dosRefugiados em Portugal" : este projecto visa enquadrar refugiados/as à procura do 1º emprego em Portugal ou desempregados/as, que estejam a enfrentar obstáculos à sua integração no mercado de trabalho.
"Acolher os refugiados, apoiando o seu futuro" : é um projecto de Apoio ao acolhimento e integração inicial dos requerentes de asilo, refugiados, refugiados reinstalados e menores desacompanhados. Mas...
tracking img