Solos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1069 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO



1 INTRODUÇÃO 4

2 RESUMO DO SOLO (características, aptidão e local de ocorrência) 4

4 CONCLUSÃO 6

5 REFERÊNCIAS 7























1. INTRODUÇÃO
O solo é um recurso natural essencial para a sociedade humana e para o funcionamento do ecossistema terrestre e dos ciclos naturais. Os solos são a base de 90% de todosos alimentos humanos, alimentos para animais, fibras e combustível. (AGÊNCIA EUROPÉIA DO AMBEINTE, 2011).
O solo é constituído por partes sólidas, líquidas e gasosas, tridimensionais, dinâmicos, formados por materiais minerais e orgânicos que ocupam a maior parte do manto superficial das extensões continentais do nosso planeta, contém matéria viva e podem ser vegetados na natureza ondeocorrem e, eventualmente, terem sido modificados por interferências antrópicas. (EMBRAPA SOLOS, 2006).
A preocupação com os processos de degradação do solo vem crescendo em todo o mundo, neste sentido, estudar solos é uma ferramenta válida para ser utilizada em estratégias de conservação.
O presente trabalho tem o objetivo relatar sobre alguns tipos de solos como suas características,aptidão e local de ocorrência.
2. RESUMO DO SOLO (características, aptidão e local de ocorrência)
2.1 Luvissolo
Compreende solos minerais, não hidromórficos, caracterizados pela presença de horizonte B textural argiloso ou muito argiloso, com escurecimento em seu topo. Desenvolvem-se a partir de rochas sedimentares de granulação fina, argilitos, siltitos e folhelhos.
São pouco profundos comacumulação subsuperficial de argila, carência de fósforo, apresentam boa fertilidade natural dependendo da profundidade, apresenta grande susceptibilidade a erosão hídrica, em áreas de relevo.
Estes solos são intensamente utilizados com uva, feijão, milho, batatinha, fumo, pastagem, pêssego e erva-mate.
Ocorrem com mais frequência na região da Campanha e entre os municípios de Uruguaianae São Borja.
2. Chernossolo

São solos escuros no horizonte A, devido a presença de material orgânico, compreende solos minerais, não hidromórficos, com argila de atividade alta, possuem alta fertilidade química e podem ser rasos ou profundos (50-100 cm) apresentando pedras à superfície.
Desenvolvem-se quase sempre de rochas básicas, ígneas ou não, ricas em cálcio e magnésio,ou de rochas sedimentares que apresentam lentes ou intercalações de calcário. São solos muito susceptíveis à erosão hídrica, quando cultivados.
São áreas intensamente utilizadas com cultivos anuais como trigo, milho, feijão e alfafa, além da pecuária leiteira
No RS são encontrados em relevo plano nas várzeas dos rios Taquari, Caí, Três Forquilhas, apresentando neste caso, perfis maisprofundos derivados de material alúvio-coluvionar proveniente do basalto das áreas adjacentes.
3. Vertissolo
São solos de áreas planas ou pouco onduladas, mal drenados e pouco profundos, formam-se sobre sedimentos com alta saturação por bases num ambiente de lixiviação.
Compreende solos minerais que apresentam mudanças em volume decorrente da variação do teor de umidade,fendas profundas (1 cm de largura até uma profundidade de 50 cm), em alguma época do ano.
São solos de alta saturação e soma de bases com elevados teores de cálcio e magnésio, são em geral de coloração preta ou bruno-acinzentado-escura.
São solos difíceis de serem trabalhados, pois são muito duros quando secos, formando torrões compactos, e muito plásticos e muito pegajosos, quandomolhados, sujeitos à erosão, requerem cuidados.
A maior parte destes solos é utilizada com pastagens naturais de boa qualidade e em menor escala com culturas de trigo, sorgo, milho e cultivos de arroz em algumas áreas planas.
Ocorrem no Planalto da Campanha Gaúcha em relevo plano nas áreas deprimidas ou ao longo dos cursos de água, sendo derivadas do basalto, áreas de maior...
tracking img