Solfistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1550 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1 - Sófocles foi um importante dramaturgo da Grécia Antiga. Nasceu na cidade-estado de Atenas em 496 a.C e morreu em 406 a.C. É considerado um dos grandes representantes do teatro grego antigo, junto com Eurípedes e Ésquilo. Viveu no período de maior desenvolvimento cultural de Atenas.
Flho de um fabricante de armaduras de nome Sófilo, Sófocles recebeu na infância e juventude uma educaçãobem tradicional, nos moldes ateniense, ou seja, com valorizando dos aspectos culturais. Ainda na juventude, dirigiu um coral de criança, formado para comemorar a vitória ateniense na batalha de Salamina (480 a.c).

No ano de 468 a.C, aos 28 anos de idade, participou de um concurso de arte dramática, em que venceu Ésquilo. Porém, foi derrotado, num concurso realizado em 441 a.C, por outroimportante dramaturgo da época, Eurípedes. Durante a vida ganhou vários concursos ligados ao teatro e obteve justo reconhecimento da sociedade por seu talento na criação de sátiras e tragédias.

A obra de Sófocles é de grande reconhecimento até os dias de hoje, pois ele foi capaz de criar inovações na técnica dramática. Entre estas inovações, podemos citar: a técnica de introduzir umterceiro personagem na cena e o rompimento com a tradição das trilogias.

Entre os principais temas abordados pelo teatro de Sófocles, podemos citar a religião e a moral.

Principais obras de Sófocles

De acordo com historiados, Sófocles escreveu aproximadamente 120 peças de teatro. Porém, com o passar dos tempos, somente sete peças sobreviveram até nossos dias.

- Ajax - Antígona 
- As Traquíneas 
- Édipo Rei 
- Electra 
- Filoctetes 
- Édipo em Colono
 


2

Édipo em Colono relata os últimos dias da vida de Édipo, velho, cego, mendigo e expatriado. Expulso de sua própria Tebas, sem o auxílio de seus dois filhos homens, que se interessam mais pelo trono do que pelo pai, o errante Édipo acaba chegando a Colono,no território ateniense. O Édipo idoso é diferente do jovem Édipo rei de Tebas, que cego vê melhor do que quando possuia o sentido da visão. A velhice e o sofrimento o tornaram sábio e obediente aos oráculos: " Com o tempo, amadurecida a dor mortificante, compreendi que o tormento que me triturou foi castigo mais severo que erros cometidos ". E é justamente um oráculo que prediz publicamente que,onde Édipo estiver, vivo ou morto, a cidade será vitoriosa sobre Tebas. Isto causa uma disputa interessante, os que antes o abandonaram agora o querem de volta. Tanto Creonte quanto Polinice - rivais na guerra - tentam de várias maneiras levar Édipo consigo. Mas tanto um como outro são amaldiçõados por ele. Édipo solicita a proteção a Teseu, rei de Colono, garantindo que a predição somente trariabenefícios a Atenas.

Fonte: http://pt.shvoong.com/books/mythology-ancient-literature/660667-%C3%A9dipo-em-colono/#ixzz2LLpiY2sJ


Antígona
Após Édipo ter-se cegado -- por descobrir que, sem saber, matara o próprio pai e se casara com a mãe -- Antígona e sua irmã Ismênia serviram-lhe de guias, acompanhando-o no exílio de Tebas até sua morte perto de Atenas, conforme relato de Sófocles em"Édipo em Colono". Voltando a Tebas, as duas tentaram reconciliar seus irmãos Etéocles e Polinice, sem sucesso. Polinice, com sete heróis, sitiou a cidade, mas ambos os irmãos morreram nas batalhas que se seguiram. Subiu então ao trono de Tebas seu tio Creonte, que sepultou Etéocles com todas as honras e, sob alegação de traição à pátria, proibiu o sepultamento de Polinice. Antígona, movida pelo amorfraterno e julgando a proibição injusta, enterrou Polinice em segredo. Descoberta a desobediência, Creonte condenou-a a ser murada numa caverna, onde Antígona se enforcou. Seu amado, Hêmon, filho de Creonte, suicidou-se em seguida. Essa é a versão dada por Sófocles na tragédia Antígona; segundo Eurípides, Antígona conseguiu fugir da caverna e viveu feliz com Hêmon durante alguns anos.

3- Na...
tracking img