Socrates

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1002 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
capa > Revista Educação Especial, v. 25, n. 42, jan./abr. 2012 > Bendinelli
Inclusão escolar, redes de apoio e políticas sociais
Rosanna Claudia Bendinelli, Rosângela Gavioli Prieto, Simone Girarde Andrade

A educação como direito de todos e a qualidade de ensino são metas que ainda requerem investimentos intensos do poder público e da sociedade brasileira. Quando se trata de pessoas comdeficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades/superdotação, o seu acesso e permanência na escola, muitas vezes depende de articulação de políticas para além das de educação. Nas orientações normativas nacionais e em recomendações internacionais preconiza-se a constituição de redes de apoio. Os resultados da pesquisa aqui apresentados focalizam itinerários do município de SãoPaulo para implementar sua política de educação especial e destaca as ações relativamente às redes de apoio. Para sua realização foram compiladas fontes documentais; aplicadas entrevistas semiestruturadas com profissionais da educação especial; e preenchidos formulários de caracterização dos profissionais. Na análise, com procedimentos afeitos à abordagem qualitativa, o conjunto de informações foicotejado com a legislação de onde buscou-se apreender os avanços e pontos a serem fortalecidos na referida política municipal. Os resultados mostraram que nos quatro anos foram inegáveis os avanços da educação especial no município, muito embora a profusão de demandas dirigidas aos centros de apoio municipais se sobrepusesse à necessária implementação e consolidação de parcerias e redes de apoio.Destaca-se que redes intersecretariais eram indicadas como necessárias e que estas dependiam de ações no âmbito da gestão pública, pois extrapolava o status político-administrativo dos centros a realização de intervenções dessa natureza junto a instâncias hierarquicamente superiores, sejam secretarias municipais da educação ou de outras áreas sociais.

Capa > Revista Educação Especial, v. 25,n. 42, jan./abr. 2012 > Valadao
Língua brasileira de sinais e implante coclear: relato de um caso
Michelle Nave Valadao, Jilma Andrade Nomura, Debora Hungria Mazer, Myriam de Lima Isaac
A perda auditiva é uma das privações sensoriais mais comum nos homens. A principal consequência da perda auditiva reside em sua repercussão no desenvolvimento da linguagem oral e, consequentemente, interferindoem todo o processo de aprendizagem da leitura e escrita. O implante coclear é um dispositivo eletrônico, parcialmente implantado, que visa a proporcionar aos seus usuários sensação auditiva próxima ao fisiológico. É uma boa opção aos portadores de surdez sensorioneural profunda, entretanto, não assegura o desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem oral. Assim, por não desenvolverem alinguagem oral, os indivíduos com implante coclear não podem ser privados da possibilidade da aquisição e do desenvolvimento da linguagem, pois podem fazer isso utilizando outra forma de comunicação – a língua de sinais. O objetivo deste relato é descrever a experiência do atendimento multidisciplinar de uma criança usuária de implante coclear. B.V.S.R. oito anos, gênero masculino, portador deperda auditiva sensorioneural profunda, bilateral desde o período neonatal. Realizou cirurgia de implante coclear aos três anos de idade, sendo acompanhado segundo abordagem aurioral. Devido ao baixo desempenho escolar apresentado, foi discutido com a equipe multidisciplinar e decidido modificar a abordagem, optando-se por iniciar aprendizagem de língua brasileira de sinais.  Após um período de doisanos, segundo a nova abordagem, a criança apresentou coevolução da criança, pois a mesma alcançou adequado desempenho em diversas habilidades lingüísticas.
capa > Revista Educação Especial, v. 25, n. 42, jan./abr. 2012 > Sás
Programa de remediação fonológica para alunos com Síndrome de Down: aplicabilidade do método JT na Educação Especial
Roberta Moreno Sás, Danila Secolim Coser, Miriam...
tracking img