Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3652 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Anhanguera – Uniderp
Centro de Educação a Distância

SERVIÇO SOCIAL

CLAUDIA FERNANDA PEREIRA - RA: 5719144115
LUCIANE MARIA DO NASCIMENTO LEITÃO MARIANO - RA: 55601125476
PATRICIAAPARECIDA DA SILVA PROSPERO - RA: 5782182149
SANDRA MARIA TORRES - RA: 5779175461

SOCIOLOGIA

Tutor à distância: Daniel Osterreicher Laporta.
Tutora presencial: Vanessa Cristina de OliveiraFarina.

Bauru, 21 de Novembro de 2012
INTRODUÇÃO

A Sociologia nasce com a incumbência de oferecer condições aos homens, para entender a sociedade em que vive de maneira coerente e questionadora.

A sociedade significa o relacionamento dos homens entre si que, organizado por uma forma diferente de trabalho, da origem a uma cultura.

Pensar sociologicamente é procurarconhecer a situação global que envolve o ser humano: o ambiente familiar, de trabalho, na escola, nos hospitais, presídios, áreas de lazer ou onde quer que esteja, é procurar identificar às causas dos fenômenos sociais, como a pobreza, a violência, o desemprego, a falta de condições de moradia, os conflitos étnicos e culturais nas cidades ou nos campos.

A Sociologia é uma ciência de nodalpertinência para compreender os mais diversos fatos que envolvem a humanidade, utilizando meios de pesquisa  que esclareçam e colaborem na solução e prevenção de situações inerentes a sociedade. 

A história não é composta exclusivamente por grandes momentos, decisões políticas, guerras e revoluções, da mesma forma que o direito não é exclusivamente composto por normas escritas impostas pelolegislador.

Analisando primeiro a Declaração de Direitos da Virgínia, de 1776 que proclamou o direito a vida, à liberdade e à propriedade, outros direitos humanos foram expressos na declaração, como o princípio da legalidade, a liberdade de imprensa e a liberdade de religião.

Mostra os fundamentos democráticos, reconhecidos de direitos natos de toda a pessoa humana, os quais não podemser alienados ou suprimidos por uma decisão política.

Na declaração de Independência dos Estados Unidos, também de 1776, tem como tônica preponderante à limitação do poder estatal e a valorização da liberdade individual. É um documento de inestimável valor histórico, que influenciou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão (França, 1789) inspirou e serviu de exemplo às outrascolônias do continente americano de documentos semelhantes anteriormente elaborados na Inglaterra.

Tanto a Declaração de Direitos da Virgínia (1776) como Declaração Universal (1948) esta se tornou um verdadeiro modelo ético a partir do qual se pode medir e contestar a legitimidade dos regimes de governo. Os direitos aqui escritos constituem um dos mais importantes instrumentos de nossacivilização.

Contendo trinta artigos essa declaração nos mostra um conjugado de direitos civis, políticos, econômicos e culturais, sem os quais a dignidade da pessoa humana não poderia se realizar. Representa um processo ético que, iniciado com a Declaração de Independência dos Estados Unidos e a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão, da Revolução Francesa, levou ao reconhecimento daigualdade de todo ser humano em sua dignidade, isto é, como fonte de todos os valores, independentemente das diferenças de raça, cor, sexo, língua, religião, opinião, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou condição qualquer.
Ao se debruçar sobre o estudo da Sociedade Industrial do século XIX, Emile Durkheim, sociólogo Francês que em muito contribuiu para a criação da sociologia comociência, percebeu a importância de se compreender os fatos que explicariam a organização social, isto é, o que garantia a vida em sociedade e uma ligação (maior ou menor) entre os homens.
Concluiu que os laços que prendiam os indivíduos uns aos outros nas diferentes sociedades, seriam dados pela sociedade social, sem a qual não haveria uma vida social, sendo esta solidariedade do tipo...
tracking img