Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1853 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O trabalho e as relações sociais

As transformações ocorridas na sociedade a partir do Século XIX, decorrentes da Revolução Industrial, Revolução Francesa e Iluminismo, impactaram o modo de vida e as relações entre os indivíduos. Buscando entender essa nova forma de organização social Augusto Comte procura, através da sociologia, estabelecer um conjunto de leis que explicassem o comportamentohumano nesta nova dinâmica social.

Ao propor uma definição e um método para o estudo dos fenômenos sociais Comte permitiu aos clássicos da sociologia formular teorias para compreender a dinâmica social. Emile Durkhein, Marx Weber e Karl Marx analisaram as transformações políticas, econômicas e culturais da época sob óticas diferentes culminando em conclusões distintas. O surgimento de um novomodo de produção (o Capitalismo) alterou a composição da estrutura social e econômica existente. É nesta nova sociedade que ascende que serão feito às análises de Durkheim, Weber e Marx.

Emile Durkhein

O grande marco de Durkheim foi emancipar a Sociologia como uma ciência e instituir seus métodos de investigação, confirmando que os fatos sociais são seus objetos de estudo e são distintos dosobjetos de apreciação das demais ciências existentes. Durkheim entendia a sociedade como um todo integrado onde as relações eram inalteráveis e pré definidas. Este teórico percebia a sociedade como organismo vivo onde cada órgão tem seu papel, mas, em função de um todo. Na teoria durkheimiana a sociedade é superior e tem procedência sobre o indivíduo, ao atuar sobre as pessoas molda suas ações,influencia sua compreensão e atitudes – as ações dos indivíduos têm motivações exteriores, coercitivas e objetivas.

Para Durkheim as condutas que se opõem a essa concepção representava risco para harmonia da sociedade e estava em discordância com os limites social e moral existente, configurando um processo patológico que deve ser tratado. Segundo este teórico a partir do momento que asociedade moderna deixou de exercer um freio moral sobre as pessoas entrou no processo patológico.

Segundo Durkheim através da solidariedade social a sociedade mantém-se coesa e esta harmonia é apregoada através da divisão do trabalho acrescida da consciência coletiva ou individual. Este teórico identifica dois tipos de solidariedade no processo de evolução da sociedade moderna. A solidariedademecânica que é formada pela igualdade em que os indivíduos compartilham de uma consciência coletiva comum, nestas sociedades o direito é repressivo e o grupo tem absoluta preponderância sobre o indivíduo.
O desenvolvimento da sociedade originou a distinção social em que prevalece a divisão do trabalho. Durkheim cita três fatores que impulsionaram tal crescimento: volume, densidade material edensidade moral. Para ele o desenvolvimento quantitativo e qualitativo geraram a especialização das funções – divisão social do trabalho. Neste novo contexto o indivíduo socializa-se devido à dependência dos demais e da sociedade que procede dessa união. De acordo com a teoria durkheimiana nesta sociedade impera a solidariedade orgânica em que os indivíduos unem-se em função do trabalho. A solidariedadeorgânica é decorrente das diferenças sociais e prevalece nas sociedades capitalistas onde os indivíduos são interdependentes e as funções exercidas pelos mesmos são fundamentais para o funcionamento do sistema social.

A divisão social do trabalho especificada por Durkheim não diz respeito, unicamente, a especialização das funções econômicas, mas, dos diversos segmentos da sociedade e cumpre,também, a função de freio moral. Neste tipo de solidariedade o direito predominante é o restituitivo e a consciência coletiva deu lugar à consciência individual o que pode ser nocivo à coesão social, pois a especialização leva os indivíduos a pautar suas ações segundo seus interesses em detrimento do coletivo. O individualismo em excesso, segundo Durkheim, leva a sociedade a processo de anomia...
tracking img