Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1718 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A POPULAÇÃO E MALTHUS
O homem relaciona-se com os mais diversos ecossistemas tornando-se cada vez mais dependente de sua conservação devido à intensa preocupação com o planeta.
A relação homem em contato com a natureza foi abordada por Thomas Robert Malthus no fim do século XVIII, um economista inglês em um famoso ensaio sobre o principio da população.
AS TESES DE MALTHUS
Sabemos que apopulação (ser humano), a reprodução é infinita e os recursos são limitados, então se devem adotar algumas restrições como:
* Limitar o número de filhos e retardar a época do casamento.
Na teoria malthusiana, a pobreza, a miséria, a fome, as calamidades publicas e as guerras foram fatores que impediram o aumento da população para não ultrapassar a capacidade desta e assim atender suasnecessidades vitais.
Sua proposta foi superada pelo incremento da produtividade agrícola que se desenvolveu como fruto da Revolução Industrial, onde permitiu constatar que havia a capacidade para gerar suficientes excedentes para alimentar toda a população.
Sendo a pobreza o problema, foi necessário combinar questões associadas com os recursos e os estímulos à produção junto com o acesso a esses recursos.A partir disso se pode pensar o problema da distribuição dos alimentos. Hoje está claro que a pobreza é a condição determinante da impossibilidade de bilhões de pessoas de se alimentarem.
UMA NOVA FORMA DE DEPENDENCIA
No pressuposto Malthus foram adotados como objetivos centrais reduzir o índice de natalidade e de fecundidade, sobretudo nas camadas sociais mais pobres que são consideradasirresponsáveis agentes do crescimento demográfico.
Alguns países adotaram políticas rigorosas de controle de natalidade, como na China que pune os casais que tem mais de um filho. Certas medidas são questionadas por vários motivos entre os mais importantes podemos indicar:
* Impor a esterilização ou o aborto, e negar a liberdade de escolha dos pais, são um ato profundamente autoritário e distanteda compreensão entre os seres humanos.
* Na realidade o que se exige é o aumento dos meios e distribuir com mais justiça a riqueza produzida.
* Há uma clara e deliberada confusão de problemas, onde o crescimento demográfico é só uma das variáveis, mas não a única.
* Outro aspecto é que quando se fala de “política habitacional” somente se aborda a questão do ponto de vista da diminuiçãode nascimentos.
* Deve-se levar em consideração a experiência europeia, onde depois de décadas de controle rigoroso da natalidade, se produziu uma profunda modificação da estrutura por idade da população.
* Está fartamente demonstrado que os casais que tem maior formação educacional, particularmente as mulheres, têm um menor numero de filhos.
O neumalthusianismo não passou de opçãoideológica nos países industrializados e desenvolvidos que buscaram manter seu sistema de dominação e dependência que não é somente tecnológica, econômica, política e cultural.
Com o aumento da concentração da renda consequentemente houve um aumento da pobreza. O desenvolvimento tecnológico relacionado com a biotecnologia colocou opções sem precedentes em mãos humanas para acabar com a fome e amiséria.
A QUESTÃO AMBIENTAL
As questões ambientais emergiram com força nos anos 70, quando as crises sucessivas do petróleo provocaram um abalo nos diversos modelos econômicos de desenvolvimento baseados na exploração dos recursos naturais.
Nessa época, a publicação do relatório do Clube de Roma “Limites do Crescimento” e a Conferencia das Nações Unidas sobre o meio ambiente humano realizada emEstocolmo pôde ser considerada como marco na reorientação do debate sobre o desenvolvimento em escala global.
Este documento alertava para o esgotamento próximo das reservas naturais em função da crescente demanda exigida pelo aumento da população. A publicação do relatório e conferencia contribuíram para o estabelecimento das preocupações normativo-institucionais tanto no âmbito da ONU quanto no...
tracking img