Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SOBRE A DIFICULDADE DE AMAR O PRÓXIMO.
Nos dois primeiros capítulos o autor examina relacionamentos pessoais em um ambiente social, no terceiro capítulo inicia a análise dos parâmetros culturais, estruturais. A máxima cristã amar ao próximo como a si mesmo é discutida, neste capítulo, pelo autor a partir de alguns questionamentos: de que forma isto seria útil ao indivíduo? Que benefícios poderiatrazer?
Assim esta seria a origem da humanidade, da possibilidade de coabitação e da passagem do instinto de sobrevivência para a moralidade e a ética. O homem só pode amar ao próximo quando se sente amado, ou seja, quando tem amor próprio medido pelo amor dos outros para consigo; significaria respeitar a singularidade de cada um.
Ainda nesta linha são avaliados temas do século vinte como asguerras, a violência urbana; a distância social urbana (entre camadas sociais) cada vez mais evidente.Uma dificuldade ainda não foi superada: pode-se viver em um ambiente virtual e globalizado (comum entre as camadas mais altas da sociedade) , as políticas, no entanto, ainda são locais.


O sociólogo polonês Zygmunt Bauman talvez seja um dos poucos pensadores vivos que ainda tentam mostrar quenem tudo está perdido, e que amar o próximo é possível, mesmo que seja como ato de fé. Eu particularmente tenho algumas críticas a Bauman, pelo fato de ele não levar em consideração as inúmeras mudanças nas relações contemporâneas que permitiram um maior equilíbrio entre os gêneros. Porém, é impossível ficar indiferente ao seu apelo desesperado por mais amor ao mundo e aos seres humanos de umamaneira geral. Bauman percebe a dificuldade amar o próximo como uma herança maldita da sociedade, uma espécie de estrutura social que age sobre os indivíduos, que os torna insensíveis e indiferentes ao sofrimento alheio. Quem dera fôssemos como Winttgenstein, capazes de se indignar com o sofrimento de um único ser humano... acabei falando muito pouco daquilo que me propus no início, talvez pelo fato deestar preocupado demais com a situação dos vínculos sócio-afetivos na contemporaneidade, talvez por achar que a amizade não pode ser traduzida em palavras...sei lá, acho que foram as duas coisas.


O autor, Zygm Zygmunt Bauman procura investigar neste livro, porque as relações humanas estão cada vez mais flexíveis, gerando níveis de insegurança que aumentam a cada dia. Os seres humanosestão dando mais importância a relacionamentos em “rede” (pela internet através de bate-papo, email ou celular através de mensagens de texto e bate-papo) que podem ser desmanchados a qualquer momento e muito facilmente, sendo que assim, sendo este contato apenas virtual, as pessoas não sabem mais como manter um relacionamento a longo prazo. E isso não acorre apenas nas relações amorosas e vínculosfamiliares, mas também entre os seres humanos de uma maneira geral.
Ex: Se um estranho cumprimenta outro na rua, o outro além de não responder o cumprimento, ainda sente-se estranho, talvez ofendido ou até pensa, “que pessoa esquisita”. As pessoas não se sentem à vontade na presença de um estranho, quanto mais cumprimentando alguém que não conhecem. Outro exemplo é o fato de quase ninguém ajudarum mendigo ou um estranho na rua. As pessoas têm medo, tanto por causa da violência, talvez sofrida por eles, quanto pela repercussão dos meios de comunicação que cada vez mais “apavoram” os seus usuários com notícias que envolvem apenas as coisas ruins feitas pelos próprios seres humanos. Então, como não ter medo?
Os relacionamentos em geral, estão sendo tratados como mercadorias. Seexiste algum defeito, podem ser trocadas por outras, mas não há garantia de que gostem do novo produto ou que possam receber seu dinheiro de volta. Hoje em dia os automóveis, computadores ou telefones celulares em bom estado e em bom funcionamento são trocados como um monte de lixo no momento em que aparecem versões mais atualizadas. E assim acontece com os relacionamentos, não gostou, pode trocar,...
tracking img