Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1122 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aspectos Geográficos

População: 2.570.160 - 2010. Densidade: 444,06 hab./km2 (2010). Crescimento demográfico: 2,8% ao ano (1991-2006). População urbana: 94,8% (2004). Domicílios: 675.709 - 2005; Carência habitacional: 111.422 (2006). Acesso à água: 97,0% (2008). Acesso à rede de esgoto: 97,0% (2008). IDH: 0,874 (2009).
Instalada no Planalto Central e inaugurada em 1960, a capital do país,Brasília, teve sua população constituída por imigrantes oriundos de vários estados brasileiros. A migração provocada pela construção da cidade foi preponderantemente masculina. Em 1960, os homens constituíam 62,4% da população, sendo que 53,0% deles tinham de 20 a 39 anos. Isso teve reflexos, no médio prazo, na composição etária e por sexo da população.
Quarenta anos depois, em 2000, a populaçãodo Distrito Federal atingiu, aproximadamente, 2 milhões de habitantes, e a roporção de pessoas com 60 anos ou mais aumentou expressivamente: passou de 1,2% em 1960 para 5,3% em 2000.1 A muito baixa proporção de idosos em 1960 se devia, principalmente, ao fato de a população de então ser constituída apenas por migrantes recentes.

Região e Clima: Dividido em 19 regiões administrativas, oDistrito Federal está encravado no estado de Goiás, no Planalto Central, a uma altitude média de 1,1 mil m. Seu relevo é plano, com a predominância do cerrado e o clima demarcado por duas estações. As chuvas acontecem entre outubro e março e se tornam escassas depois de abril. Depois, a temperatura baixa e chega a atingir perto de 10º C em junho e julho. Durante a estiagem, a umidade relativa do aralcança níveis críticos, particularmente nos horários mais quentes do dia. Entre novembro e abril, a qualidade do ar melhora favorecida pela evaporação das águas do lago Paranoá. Com quase 40 km2 de área e 500 milhões de km3 de água, esse lago artificial foi projetado para amenizar as severas condições climáticas do inverno.

[pic]
Cerrado: Bioma predominante no Distrito Federal.Principais Regiões Administrativas: Brasília, Gama, Taguatinga, Brazilândia, Sobradinho, Planaltina, Paranoá, Ceilância.
O Distrito Federal está situado em uma das áreas mais elevadas da Região Centro  Oeste, o Planalto Central.  Na Serra de Sobradinho está localizado o ponto mais alto do DF, o Pico Roncador com 1.341m acima do nível do mar.
Os limites naturais do Distrito Federal são: ORio Descoberto, a oeste, o Rio Preto, a leste. Ao norte e sul o DF é limitado por linhas retas, que definem o quadrilátero correspondente à sua área, sendo quase totalmente envolvido pelo Estado de Goiás, salvo em seu limite sudeste, que faz fronteira com o Estado de Minas Gerais, município de Cabeceira Grande, próximo à Unaí.
  A vegetação predominante é o cerrado. Porém, existem variações quesão: o Cerradão (mata mais fechada); Cerrado típico (formado por gramíneas); Campo limpo (pouquíssimas árvores) e Campo sujo (biodiverso topograficamente).





O Distrito federal é uma região que possui uma grande vegetação, reunindo 150 espécies. A maioria é nativa, típica do do Cerrado, e de porte médio, com altura de 15m a 25m. Muitas são tombadas pelo Patrimônio Ecológico do DistritoFederal, para garantir sua preservação. Algumas das principais espécies são as seguintes: pindaíba, paineira, ipê-roxo, ipê-amarelo, pau-brasil e buriti.
[pic] [pic]
Pindaíba Paineira
[pic] [pic]
Ipê-roxo Ipê-amarelo
[pic] [pic]
Pau-brasil Buriti







A preservação da vegetação no DistritoFederal é um tema preocupante, principalmente pela preocupação de conservar a flora original. O desmatamento provocado pela expansão da agricultura é um dos problemas enfrentados no Distrito Federal, sendo que, segundo a Unesco, desde sua criação, nos anos 50, 57% da vegetação original não existe mais. Para colaborar com a preservação, são realizados programas de conscientização e de reformas...
tracking img