Sociologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2307 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
POLÍTICA INTERNACIONAL
Tem como objetivo acontecimentos e processo políticos que ocorrem além das fronteiras dos Estados Internacionais. Como na política interna, a política internacional tratará de temas como segurança, economia e relações diplomáticas.

DIREITO INTERNACIONAL
Direito internacional é a língua vernácula da solução de disputas e conflitos tanto nas políticas estrangeirasde cada país como nas transações econômicas internacionais. Este programa explica como o direito internacional e suas instituições influem em como os países e as empresas multinacionais justificam suas demandas, rebatem seus adversários, estabelecem alianças e negociam seus compromissos. O programa proporcional, incluído o uso da força militar, o controle de armamento, a preservação dos direitoshumanos, o meio ambiente e os investimento e os comércio de nível internacional. Também se a natureza política e legal das instituições internacionais. Um direito internacional eficaz deve conciliar o que os estados e as multinacionais dizem como o que realmente fazem.

TEORIA DO DIREITO INTERNACIONAL 

Sabe-se que, apesar das controvérsias, o DIP possui autonomia de ponto de vistalegislativo, doutrinário e didático. Não se pode afirmar que a ausência de sanções contra a violação de suas normas e seus princípios, torna-o um ramo inexistente do Direito. Tal alegação comprova um desconhecimento da efetividade do DIP no âmbito internacional em que se constata e se reconhece a importância da coação moral pela opinião publica mundial e, ao mesmo tempo, o reconhecimento do processolouvável do estabelecimento dos tribunais internacionais (para julgar os crimes contra a humanidade, crimes de guerra, crime de genocídio e agressão), e a ação militar conjugada entre diversos Estados com a autorização da ONU para reprimir as violações sistemáticas dos direitos humanos e promover, conforme os propósitos e princípios da Carta de São Francisco, a manutenção da paz e segurançainternacionais. 
A teoria do DIP proporciona o entendimento de que na sociedade internacional “coexistem entidades iguais, tendo as mesmas pretensões ao exercício da soberania absoluta.” Observa-se, portanto, que o direito internacional, segundo Pellet (1999) é o indispensável regulador desta coexistência e, na ordem internacional, o direito longe de ser incompatível com a soberania dos Estados é o seucorolário necessário. 
Deste modo, faz-se questão de rever o sentido absoluto do conceito de soberania, uma vez que as entidades consideradas soberanas, isto é, os Estados, devem, acima de tudo, ter ciência que não estão subordinadas a nenhuma outra, mas são convidadas, ao submeter-se ao direito, reconhecer sua liberdade de ação limitada e, ao mesmo tempo, “respeitar regras mínimas garantindo omesmo privilégio a todos os outros (Estados).” 
Apesar da coexistência de duas categorias jurídicas bem distintas, por um lado a pluralidade de direitos nacionais e por outro o direito internacional, força é reconhecer que atualmente a existência do DIP é menos contestada e procura-se destacar a relação entre as duas ordens jurídicas: internacional e interno. 
Todavia, urge lembrarsucintamente as controvérsias e as diferentes correntes no tocante à existência e natureza do DIP. Os negadores da existência do direito internacional baseavam-se na “persistência das guerras e a frequência das violações deste direito que alimentaram as dúvidas sobre a natureza jurídica, quer dizer, sobre a sua existência enquanto corpo de regras obrigatórias”.
A mesma negação também se deu apartir da comparação com o direito interno do ponto de vista características e estrutura. Classificam-se os negadores em práticos e teóricos. Para Mello, a impugnação do DIP não tem qualquer valor e a crescente institucionalização da vida internacional tem respondido a diversas objeções dos negadores. 
“Os argumentos dos negadores do” direito internacional relativo ao problema da sanção é...
tracking img