Sociologia juridica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (594 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CASO 1

“ Justiça tem numa das mãos a balança, em que pesa o direito, e na outra levanta uma espada, para defender quem precisa de proteção. Na maioria das favelas dominadas por criminosos, hádezenas de anos a "justiça" que prevalece é a dos bandidos, que impõem aos moradores o tribunal do tráfico: sem o equilíbrio da balança e com uma espada para aniquilar os desafetos. As Unidades de PolíciaPacificadora (UPPs), no entanto, que chegaram às comunidades há mais de dois anos, não só combatem o domínio do tráfico, como vêm implantando, desde o início deste mês, a solução para os problemas dodia a dia dos moradores: a mediação de conflitos feita por PMs treinados pelo Tribunal de Justiça (TJ).“http://oglobo.globo.com/rio/mat/2011/02/12/treinados-na-justica-pms-de-upps-substituem-tribunais-do-trafico-fazem-mediacao-de-conflitos-923790960.asp. De que forma, o instituto da mediação pode auxiliar na resolução de conflitos e na redução de litígios levados ao Poder Judiciário? Explique-odiferenciando-o do instituto da conciliação.

Resposta:

A Arbitragem que a decisão cabe a uma terceira pessoa que é escolhida pelas partes envolvidas.

Na negociação não há participação deterceiro, as próprias pessoas buscam a resolução do problema. Pode haver ou não participação de representante.

Já na mediação são os próprios envolvidos que discutirão e comporão o conflito, mas com apresença de um terceiro imparcial que não deve influenciar que as pessoas entrem em um acordo. O mediador não decide e não sugere soluções.



CASO 2

No dia 7 de dezembro do ano passado,instalou-se na Justiça da Bahia o maior litígio empresarial em curso no país. De um lado, a família Odebrecht, controladora de um dos dez maiores grupos brasileiros, com ramificações na construção, napetroquímica e na produção de etanol. Do outro, a família Gradin, sua sócia minoritária, com 21% de participação. Na origem dessa sociedade, dois empresários, o patriarca Norberto Odebrecht, que fundou...
tracking img