Sociologia :Georg simmel

Páginas: 46 (11480 palavras) Publicado: 10 de agosto de 2014
temos como objetivo apresentar e discutir algumas célebres reflexões do sociólogo e filósofo alemão Georg Simmel (1858-1918) sobre a vida nas grandes cidades e as formas de relacionamento social. Primeiramente, buscaremos contextualizar essas ideias com a própria vida e época deste clássico autor, para, em seguida, a partir delas, refletir sobre a vida urbana na atualidade. Conceitos como o decaráter blasé e o de atitude de reserva, característicos dos habitantes da cidade, serão abordados, bem como as táticas de aproximação desses habitantes, através da sociabilidade, a forma lúdica de sociação, entre outras ideias e conceitos de Simmel. Em sua análise sociológica Georg Simmel compreende a sociedade como o significado da soma dos indivíduos em interação, onde ela é distinguida em duasdiferenciações básicas: forma e conteúdo. Dessa postura intelectual decorre outra caracterização que é o fato de a interação se constituir a partir de dois objetivos centrais, a saber: determinados impulsos ou em busca de certas finalidades. 
Instintos eróticos, interesses objetivos, impulsos religiosos, objetivos de defesa, ataque, jogo, conquista, ajuda, doutrinação e inúmeros outros fazem comque o ser humano entre, com os outros, em uma relação de convívio, de atuação com referência ao outro, com o outro e contra o outro, em um estado de correlação com os outros (SIMMEL, 2006, p.59-60).
Dessa maneira, os indivíduos que possuem os impulsos acima elencados, acabam por formar uma unidade. E é esta unidade que é entendida como sociedade para esse filósofo. 
Ora, se a sociedade deve serrefletida a partir do binômio forma e conteúdo, pensemos na distinção entre ambos. Na definição do entendimento do conteúdo da sociação, Simmel alude que, o conteúdo da sociação, é tudo o que existe no indivíduo, tais como: impulsos, interesses finalidades, tendências entre outros. Isto é, conteúdo seria tudo aquilo que se encontra presente no indivíduo cujo objetivo consiste em causar oumediatizar os efeitos sobre o outro, ou então, receber esses efeitos dos outros (SIMMEL, 2006, p. 60). 
Ocorre que o conteúdo por si só, não faz nenhum sentido para sociação, isto é, a interação. Estes por sua vez, só passarão a fazer parte da dinâmica interacional quando deixarem de serem meros conteúdos individuais, isolado do indivíduo, e se transformarem em formas de estar com o outro, ou ser com ooutro em determinada sociação, cujo entendimento é:
A sociação é, portanto, a forma (que se realiza de inúmeras maneiras distintas) na qual os indivíduos, em razão de seus interesses – sensoriais, ideais, momentâneos, duradouros ou teleologicamente determinados – se desenvolvem conjuntamente em direção a uma unidade no seio da qual esses interesses se realizam (SIMMEL, 2006, p. 60).
Em síntese,percebe-se que a interação se constitui na forma como os determinados impulsos, sentimentos e desejos, aqui entendido por conteúdo,  que estão no indivíduo, são realizados à medida que este, por sua vez, sai da individualidade em busca de certas finalidades cujo objetivo consiste em se sociar com o outro num universo de diversas possibilidades.  
Até aqui discutimos algumas noções centrais doprocesso de sociação. O ponto de chegada será o conceito de sociabilidade. No entanto, não se pode avançar para esse conceito sem antes ter esclarecido a função da autonomização dos conteúdos interacionais. 
É levando em consideração nossas carências, condições, vontades e inteligência, que organizamos o material abstraído desse mundo. A forma que iremos dar a esse material está intrinsecamenterelacionada ao nosso propósito, isto é, conteúdo. E é somente a partir da forma elaborada pelo indivíduo que esse material passará a ser utilizado. Em sendo assim, haverá uma relação de autonomia, onde os interesses que até então estavam aprisionados no interior do indivíduo, são liberados. À guisa de exemplificação dessa autonomização, Simmel ilustra com a seguinte passagem:
Por exemplo, todo o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Georg Simmel trabalho de Sociologia
  • georg simmel
  • Georg Simmel
  • Georg simmel
  • Georg Simmel
  • Georg simmel
  • Georg simmel
  • georg simmel

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!