Sociologia em angola

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (881 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
TRADIÇÃO, EDUCAÇÃO E DIMENSÃO CULTURAL DE DESENVOLVIMENTO

O autor fala sobre tradição positiva e negativa, alturas étnicas e espaços socioculturais, culturas locais, etnocentrismo e desconstrução.Primeiro é necessário reconhecer que haverá sempre choques e dicotomias entre o projecto de formação de uma cultura nacional (angolana) e a necessidade de preservação das culturas étnicas etradições locais (khoisan, Bantu, as resultantes do encontro com a cultura europeia e outras).
O mais importante é trabalhar a partir de agora, para que os conflitos culturais originem pois são naturais numacultura saudável, originem fundamentalismos políticos ou culturais.















DEMOCRÁCIA E DIMENSÃO CULTURAL DE DESENVOLVIMENTO

O autor fala-nos do projecto africano para Áfricanão deve ser reduzido às eleições multipartidárias, a proliferação de partidos políticos a liberdade de expressão e de imprensa. Embora reconheça a influência destas instituições sociais no processode transição democrática, o autor não acredita que venham a desempenhar papel decisivo na vitória da democracia nos nossos países. Para o DRº Victor kajibanga, a agricultura, a educação, a saúde, aindústria, o sector informal e uma sociedade civil dinâmica, são os principais catalisadores da transição democrática. São eles que decidirão a vitória do projecto democrático para África.
Falar deagricultura, educação, saúde, sector informal e sociedade civil são os verdadeiros construtores da democracia, significa ligar a democracia ao desenvolvimento sem a participação das comunidades de base(família, aldeia, bairro). Da interiorização dos valores democráticos pelas comunidades de base e da participação da vida económica e política dependerá a afirmação da democracia e sua transmissão paraas gerações futuras. Aliás, a democracia real começa na família e nas comunidades de base. São eles os verdadeiros sujeitos da vida económica e política.
Não há democracia para a África sem a...
tracking img