Sociologia do trabalho - fruticultura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4073 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
IFCE – Limoeiro do Norte

ARTIGO: Fruticultura

FREIRES, Fernanda, VIEIRA, Maressa et al.

SOCIOLOGIA DO TRABALHO

2012

APRESENTAÇÃO

O intuito da elaboração deste artigo tem por princípio analisar e divulgar a vivência do trabalhador frente ao uso de agrotóxicos e as condições de trabalho impostas por empresas no ramo do agronegócio, deixando claro que ainda há muito a se fazer emtermos de segurança no trabalho, direitos trabalhistas e valorização da vida.
Pretende-se, portanto, para além de um trabalho acadêmico, repudiar os abusos e a exploração dessa mão de obra bem como denunciar o uso de agrotóxicos proibidos por lei em muitos países, inclusive no Brasil, mas que, por falta de uma fiscalização incisiva, atuante, a venda e utilização de alguns produtos ainda figuramneste ramo de negócio.
Ressalte-se que o presente trabalho é fruto da compreensão de que é preciso combater males que permanecem em função do poder, o poder dos capitalistas em detrimento da exploração de trabalhadores, classe menos privilegiada, carente de formação e emprego e que, por conter em si instinto de sobrevivência e esperança, submete-se ao sistema, despreparada no que concerne aoconhecimento sobre os efeitos dos agrotóxicos e mesmo após vivenciar casos de doenças e até morte de companheiros, continua porque não encontra outra fonte de renda.
O presente artigo engloba o processo de desenvolvimento de culturas, enfocando a exploração da fruticultura, o uso de agrotóxicos e as consequências para o homem e seu ambiente.

OBJETIVO

Conhecer as reais condições de trabalho nosetor do agronegócio Chapada do Apodi.

SOLO X HUMANIDADE

O cultivo do solo é de fundamental importância para o sustento da humanidade e esta inicialmente o explorou para produzir seu alimento de sobrevivência. Como o crescimento populacional exigia uma maior produção de alimentos, o cultivo, que antes era primitivo, foi modernizado pela indústria, atingindo um excedente de alguns produtos.
Acaça, a pesca e coleta de alimentos da própria natureza marcaram uma época da história da humanidade e, depois coexistiram com a agricultura por longo período, propiciando a formação de aglomerados humanos e acarretando o desenvolvimento nesta área, isto é, através da exploração do solo.
Há de se observar que o equilíbrio ecológico foi sofrendo modificações devido à nova sociedade agrícola quese formou, cujo desmatamento para implantação de monoculturas visava à acumulação de bens de capital, razão pela opção de utilizar pesticidas e outros produtos químicos responsáveis por grande impactos na natureza (contaminação da água, do solo e empobrecimento deste, etc.).
Sabe-se que a produção em larga escala baixou o custo dos alimentos, diversificou a oferta e escolha, mas originou uma sériede problemas para além dos aspectos sociais e ambientais, qual seja o descarte de embalagens.
Contrastando com os latifúndios há os pequenos produtores, em pequenas propriedades rurais, com sua agricultura de subsistência, à margem do processo de modernização e isso implica em perda de competitividade, gerando o êxodo rural e mais um agravante, o inchamento das cidades e acúmulo de problemassociais longe de serem resolvidos.
A agricultura (e também a pecuária) desde o início padece com a ação de pragas e com a proliferação destas houve a necessidade de defender as plantações desses predadores naturais. Para tal foram sintetizadas substâncias para combatê-las, os defensivos agrícolas (expressão utilizada por indústrias produtoras) ou agrotóxicos (termo usado por ecologistas e defensoresdo meio ambiente).
Como o ambiente é o conjunto de interações entre os ecossistemas e envolve também o sentido de interação com a cultura humana, qualquer mudança nessa interação afetará a todos.
O homem, ao causar danos a terra, além de prejudicar o ecossistema prejudica a si próprio e um dos principais problemas é o excesso de agrotóxicos utilizados que mata milhares de pessoas todo ano,...
tracking img