Sociologia do desporto

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4458 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]





O desporto nas diferentes classes sociais


Disciplina: Sociologia do Desporto
Docente: Luísa Barros
Discentes: André
Hugo Mota
Nuno Pina
José Resende
Júlio Silva

Maio de 2010

Instituto Politécnico do Porto
Escola Superior de Educação









O Desporto nas diferentes classes sociaisO golfe e o futebol tendo em conta o nível social dos praticantes

Índice




Índice 3

Introdução 4

Revisão da Literatura 5

O Futebol e sua influência nas diferentes classes sociais 9

Análise do futebol na sociedade 10

Papel do futebol na sociedade 11

A prática do futebol nas diferentes classes sociais 12

O Golfe e sua influência nas diferentes classessociais 14

Comparação entre o nível social, económico e cultural dos praticantes 18

Económico 18

Social 19

Cultural 19

Conclusão 20

Bibliografia 21


Introdução



Existem vários desportos que são associados imediatamente a classes sócias, quer estas senso praticadas simplesmente por hobbie ou mesmo em competição. Neste momento esse conceito já esta bastantediluído na sociedade ainda se encontra algumas modalidades onde isso possa acontecer.
Diversos autores enfatizam a ideia que “as classes sociais so se podem defenir em termos multidimensionais, ou seja, não atreves de um, mas de uma pluralidade de critérios” (textos de apoio).
Assim escolhemos o Golfe e o Futebol para analisarmos essas dinâmicas sociais que estão inerentes a estas duasmodalidades. Assim tentaremos dissecar os elementos sociais, culturais e económicos para uma melhor analise das estruturas que suportam a existência das referidas modalidades.
Na escolha das duas modalidades pesou o facto de estas modalidades estarem associadas, pelo senso comum, a classes sociais bastante distintas que poderão realçar as diferenças de oportunidades para que todas aspessoas conseguirem a sua pratica quando assim o desejem, seja esta ocasional ou regular e competitiva.
No entanto o facto de tardo a tratar de um desporto colectivo em que a representatividade regional é muito acentuada, relativamente a um desporto individual que tem muito pouca representatividade para o resto da população a não ser, eventualmente em competições internacionais. “ Ao mesmotempo, o “bairrismo” inerente a semelhantes sociedades significa que só os grupos entre os quais existia contiguidade, em termos geográficos, eram compreendidos como rivais potenciais” (Bourdieu 1982)
Este trabalho realiza-se no âmbito da disciplina de sociologia do desporto do segundo ano do curso de ciências do desporto. É um trabalho de grupo e sobre a orientação da professora Luísa Barros.Revisão da Literatura



A degeneração dos estilos de vida leva o Homem actual a ter
uma maior consciencialização dos problemas relativos à ocupação do tempo
livre, com o objectivo primeiro de cuidar da saúde física e mental (Quaresma,
1997).


Pociello C. (1981), na sua abordagem sócio-cultural das práticas desportivas, sustenta uma visão do futuro alicerçada naindividualização e personalização das actividades, onde aparecerão os desportos colectivos relegados para segundo plano.


A partir do momento em que a parcela do tempo livre começou a ser superior à do tempo de trabalho, o tempo disponível fez surgir uma "cultura do tempo livre", onde se projectaram novas necessidades, novos valores sociais, novas aspirações (Constantino, J.,1994)."Desporto será cada vez mais um conceito lato, ultrapassando o âmbito do desporto organizado, dispensando uma definição comum, podendo até prescindir de uma unidade de sentidos e conceder a algumas formas uma independência dos valores clássicos do desporto". (Bento, J., 1991)

Segundo Bento, J.(1991), "a paisagem desportiva vem adquirindo uma grande variedade, pluralidade, diversidade,...
tracking img