Sociedade sem regras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (268 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A vida em comunidade começou a surgir no momento em que o ser humano observou que a união proporcionava maiores chances de sobrevivência. Contudo, ao longo dodesenvolvimento dessa vivência em comunidade, surgiram padrões de comportamento, regras e concepções éticas que delineavam e direcionavam o agir e o pensar de seus membros– passou a existir uma organização, instalando-se o conceito de sociedade. No entanto, como seria uma sociedade sem regras nos dias de hoje?
A princípio, uma sociedadesem regras para estabelecer parâmetros morais e moldar o pensamento e as ações dos indivíduos se resumiria ao caos. O mundo, em um todo, é regido pela “lei do maisforte”. Numa situação em que a coexistência não fosse estruturada de maneira harmoniosa, que previsse um método de se fazer justiça, o mais igualitária possível, e dese aplicar punições, uma “sociedade” jamais poderia ser instaurada.
Não cabe chamar de “sociedade” aquela que não possua leis. Uma constante sobreposição de vontadesaconteceria; cada qual estipularia suas próprias leis e concepções de moral, de certo/errado. No entanto, essa ideia de lei como se conhece hoje – um punhado depapel constitucional – é de certa forma relativo. Tenha-se como exemplo as sociedades de animais “irracionais”. Eles não são capazes de discutir e argumentar ações paraentão julga-las, da maneira como estamos acostumados. Contudo, são capazes de se organizar em sociedade.
Por isso, um mundo onde não existam regras estará fadado aruir, no sentido de que, em um determinado momento, um consenso surja, e que limites sejam impostos, seja pelo mais forte – uma ditadura – ou através de acordo.
tracking img