Smolka

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3740 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE - PPGAU / GEU TEORIA EHISTÓRIA DAFORMAÇ ÃODAC ID AD E PROFª. FERNANDA FURTADO

FICHAMENTO
SMOLKA, Martim Oscar. O capital incorporador e seus m ovim entos de valorização. In Cadernos PUR/UFRJ. Ano II, N⁰ 1- jan/abr 1987 – Rio de Janeiro: IPPUR,1987.

VALENTIM TAVARES

30 DE NOVEMBRO DE 2011

VALENTIM TAVARES FICHAMENTO MARTIM O. SMOLKA - O capitalincorporador e seus movimentos de valorização

2

INTRODUÇÃO
O autor relaciona o ganho do empreendimento imobiliário e a formação de rendas fundiárias e a dinâmica de associação do setor imobiliário à estruturação interna da cidade, avaliando os efeitos prováveis das políticas de uso do solo sobre o desempenho do setor imobiliário. Discorre sobre o funcionamento do mercado fundiário, procurandocaracterizar o conceito de capital incorporador como agente responsável pelo ordenamento do uso do solo visando o lucro através da apropriação de rendas fundiárias. Apresenta as bases da atividade desses capitais, seus limites de valorização, comparando-os com outros capitais. A partir daí descreve a segregação social do espaço gerada pela ação desse capital.

O PREÇO DO TERRENO
 Qualificações dopreço do terreno: o Objeto singular com características não repetitivas:  Naturais – clima, fertilidade;  Criadas ou produzidas – terras drenadas, urbanizadas;  Acessibilidade em relação a outros itens do ambiente construído (no momento da compra de um terreno obtém-se com as outras características a “localização)  A terra constitui-se REPRODUZÍVEL. o Necessário para reprodução da força detrabalho ao abrigar o uso residencial; o Necessário ao conferir às atividades econômicas uma dimensão espacial, uma localização, um endereço determinado.  A formação do preço da terra como componente fundamental.  Preço da terra determinada por: o poder do proprietário administrar sua escassez; o disposição e capacidade do usuário de remunerar este proprietário.  Escassez da terra determinada emfunção de: o Estoque de terras disponíveis; o Necessidades ou usos requeridos ou destinados.
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE 30/10/2011 PPGAU - GEU TEORIA E HISTÓRIA DA FORMAÇÃO DAS CIDADES PROFª. FERNANDA FURTADO

como um MEIO DE PRODUÇÃO NECESSÁRIO NÃO

é diferente de processos onde o trabalho entra

VALENTIM TAVARES FICHAMENTO MARTIM O. SMOLKA - O capital incorporador e seus movimentosde valorização

3

 Valor da terra para o usuário quando comparado a outros lotes disponíveis: o Em função do LUCRO (termos objetivos monetários); o Em função da UTILIDADE (termos subjetivos).  Qualidades do mercado fundiário: o Valor de um terreno é determinado pelas atividades desenvolvidas

externamente, competindo por seu uso, que geram vantagens que vão se modificando no decorrer dotempo; o O uso do solo envolve externalidades que geram SINERGIAS URBANAS. (cada utilização de um terreno altera as características de todos os outros); o O proprietário da terra é PASSIVO no que tange ao controle da base material necessária à formação da renda fundiária por ele extraída da terra pelo direi to de propriedade (RENDA ABSOLUTA); o SALVO QUANDO estes, ATUAM EM BLOCO controlando aescassez da terra como meio de produção para obter um valor excedente (RENDA

DIFERENCIAL).  Quanto à caracterização do preço da terra como tributo imposto aos usuários, cabe a distinção: o Preço estipulado = realização do VALOR POTENCIAL e EXPECTATIVA DE VALORIZAÇÃO FUTURA do terreno.  Valor potencial: o Condições histórico-institucionais relativas ao mercado de terras que

estabelecem um patamarmínimo de negociação; o Práticas institucionalizadas (leis, herança,...) fomentam a lógica dos interesses da classe proprietária (de terras) na forma de valores de monopólio na negociação de terrenos. o Entenda-se o poder de monopólio de tributação resultante do controle da disponibilidades e da forma de utilização da terra. o No Brasil: má distribuição fundiária e fragilidade dos mercados...
tracking img