Slides de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2466 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O Brasil antes dos brasileiros – André Prous
PRIMEIROS HABITANTES
Sabe-se que a ocupação do nosso continente, deu-se no Pleistoceno, período anterior ao nosso (Holoceno) – o panorama de ocupação do Brasil, deve ser considerado no panorama geral da colonização das Américas.
Hipótese de migração pelo Pacífico Meridional, de povos oriundos da Austrália, indício pela proximidade dos esqueletos deLagoa Santa, com povos não mongoloides australianos – porém a colonização da Austrália é muito recente, desconsiderando essa hipótese.
Meados do século XX – colonização pela América do Norte – Beríngea – 11.500 AP – período mais frio do que hoje – 6ºC. Cultura Clóvis e Folsom = sítios de matança de megafauna acostumados a sobrevivência em ambientes abertos – artefatos de pedra – ponta de lança.Descobriu-se que essa cultura poderia estar adapatada a ambientes muito mais variados, inclusive de florestas, com coleta de animais de pequeno porte e vegetais.
No entanto – pesquisas recentes, indicam presença humana na América do Sul, de forma inquestionável a 11.500 e 13.000 AP. Provavelmente indicando a chegada do HUMANO na América pela Beríngea a milênios antes de Clóvis. BRASIL = Serra daCapivara – Boqueirão da Pedra Furada – carvão, conjuntos de pedras por vezes queimadas, blocos de pedra manchadas de vermelho caída das paredes do abrigo – datações remotas. Porém a críticas da possível formação natural desses vestígios. Vestígios humanos por volta de 11000 AP.
Primeiros habitantes da América – densidade era baixa, mas não evitou o isolamento genético desses povos – encontraram umcontinente muito diferente do atual. Cerrados ocupavam grandes territórios, temperatura 6º mais baixos. Caçavam preguiça, mastodontes (extintos).
LAGOA SANTA = Sítios = abrigo sobre rocha = 12.000 e 8.000 – vestígios – Brasil densamente ocupado. Raça de Lagoa Santa – Luzia. Cemitérios em abrigos de entradas de grutas – terra misturada a pigmento vermelho – lasca de quartzito, menores utilizadascomo canivete, maiores – raspadores. Pedras trazidas de quilômetros para fabricação de machados e mãos de pilão. Também anzóis e contas de colares. NORTE DE MG = fogueiras alimentares com vestígios de coquinho e conchas de moluscos. Blocos de pedras para quebrar sementes duras. Norte do Brasil – indústria lítica – ITAPARICA lesmas pesadas e espessas padronização.
HOMEM DE LAGOA SANTA – parecemuito mais com os povos australianos do que com os asiáticos mongoloides (posteriores habitantes ameríndios).
Possibilidades – teses:
* Migração direta da África (povos primitivos não mongoloides) para o extremo oriente – subdivisão em duas levas: Norte da América – Beríngea – e Sul – Austrália. POVOS HABITANTES PRIMITIVOS DA AMÉRICA SERIAM DESCENDENTES DESSES AFRICANOS.
* MONGOLIZAÇÃO:possível evolução mongoloide dos povos asiáticos e possível migração posterior, sobrepujando os habitantes não mongoloides que já estavam na América; ou evolução paralela – mongolização.
Não há prova consistente de arte rupestre desse período – aparece a cerca de 9.000.
SOCIEDADE:
* Viveram em bandos – alta mobilidade, ausência de hierarquia – única distinção significativa .
* Movimentação dematérias primas: pedras trazidas de dezenas de quilômetros – presença de conchas marítimas. Mas podem ter sido adquiridas por trocas sucessivas ou viagens realizadas por poucas pessoas – não refletem movimentos de populações. Haviam diferenças culturais, porém é difícil falar em etnias, pois povos de um mesmo grupo poderiam falar línguas diferentes , desenvolvendo-se diferentemente.
MERIDIONALSAMBAQUIS
Sul de SP até RS
Sítios mais visíveis são os Sambaquis – Litoral de RJ até Tores. Edificações em valvas de moluscos – autores eram caçadores e coletores: Baías como a de Guanabara – ambientes complementares. Edificações de estabelecimento estáveis – população bastante densa. Mulheres e crianças – coletar moluscos e crustáceos. Homens – pescavam. Também sepultamentos.
Sambaquis –...
tracking img