Slides david hume

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1470 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FILOSOFIA MODERNA E O PROBLEMA DO CONHECIMENTO
DAVID HUME É O PRINCIPAL REPRESENTANTE DO EMPIRISMO MODERNO
DAVID HUME Obra: INVESTIGAÇÃO ACERCA DO ENTENDIMENTO HUMANO WWW.4SHARED.COM

DAVID HUME(1711-1776)E O EMPIRISMO
1. TEORIA DO CONHECIMENTO
A exposição é uma classificação binária dos objetos da consciência: IMPRESSÕES E IDÉIAS

* "IMPRESSÕES" (dados fornecidos pelossentidos tanto internos, como a percepção de um estado de tristeza, quanto externos, como a visão de uma paisagem) e
* "IDÉIAS" (representações da memória das impressões).
*
1.1 AS IMPRESSÕES:
O que tenho de mais vívido em minha mente são as impressões dos sentidos no momento em que ocorrem, isto é, aquilo que vejo, aquilo que ouço, e tudo aquilo que os sentidos produzem em mim é o que émais forte em minha mente:
São os prazeres e as dores.
1.2 AS IDÉIAS: São reproduções, são cópias das impressões.
- Se penso no sabor da maçã, essa idéia não é tão forte quanto saborear a maçã e ter a "impressão" viva do seu sabor. Não são impressões complexas.
As idéias são simples e complexas. Minha idéia de uma maçã é uma idéia complexa cujas idéias simples são o vermelho, sua texturacrespa, sabor doce, etc.
- A idéia do triângulo plano, por ex., inclui a igualdade dos seus ângulos internos a dois ângulos retos, e a ideia de movimento contem a idéias de espaço e tempo...
Os cegos e surdos de nascença não possuem esses caracteres, ou seja, não têm idéias correspondentes às cores ou aos sons, e para ele um ser completamente desprovido dos sentidos jamais seria capaz de qualquerconhecimento.
1.3.ASSOCIACIONISMO.
AS IDÉIAS podem associar-se por semelhança (entre as impressões que representam), contigüidade(proximidade) espacial e temporal, e causalidade(causa-efeito).
As coisas não são possuidoras de uma essência, mas cada coisa é composta de outras coisas.
Quando examinamos nossa idéia de uma coisa individual, tudo que encontramos são as idéias simples que sejuntam para formar uma idéia complexa, estabelecendo assim "relações".
1.4. TEORIA DO SIGNIFICADO.
Tudo que a mente contem são, em primeiro lugar, ou "impressões", dados finais da sensação ou da consciência interna, ou idéias, derivadas dos dados por composição, transposição, aumento ou diminuição.
Isto equivale a dizer que o homem não cria qualquer idéia. Uma impressão só tem significado seela traz à mente um objeto que pode ser apreendido de uma impressão por um dos processos mentais mencionados (processos associativos).
- Todos os objetos de consciência são ou "relações de idéias ou matérias de fato, impressões.
2. LÓGICA.
Matérias de fato, as impressões, objetos que se acredita existirem, vêm ante nós meramente como eles são, não revelando nenhuma relação lógica; suaspropriedades e conexão tem que ser aceitas como elas são dadas.
As impressões correspondentes aos fatos concretos não tem relações lógicas: devem ser aceitas como são dadas. Poderiam ser diferentes do que são sem que houvesse contradição.
. LÓGICA.
As idéias podem ser retidas perante a mente simplesmente como significados, e suas relações lógicas uma com a outra podem então ser detectadaspor inspeção racional.
Existe espaço para conhecimento demonstrativo.
* A mais importante relação entre as idéias é de CAUSALIDADE(causa e efeito).
2.1. CAUSALIDADE.
Esta categoria de relação nos leva "além de nossos sentidos, e nos informa as existências e de objetos os quais não vemos nem sentimos".
Por exemplo, a previsão do resultado da colheita nos campos neste verão estáalém da nossa experiência presente e no entanto, raciocinando na relação de causa e efeito, posso dizer que o sol fará a plantação crescer e produzir. O sol é a causa (tudo o mais permanecendo favorável) e a boa safra o efeito.
3. A ciência
O que Hume diz é que somente existe nossa experiência de que uma coisa se segue a outra, que os padrões de uma experiência passada se repetem e me dão a...
tracking img