Sistemas e teorias em psicologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4608 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
ASSOCIACIONISMO

O termo associacionismo origina-se da concepção de que a aprendizagem se dá por um processo de associação das idéias – das mais simples às mais complexas. Assim, para aprender uma coisa complexa, a pessoa precisaria primeiro aprender as idéias mais simples, que a ela estariam associadas.
O associacionismo é mais um princípio do que uma escola de Psicologia. O princípio deassociação deriva de questões epistemológicas dentro da Filosofia. E através das interrogações epistemológicas e das respostas filosóficas, chegamos à resposta que fornece o primeiro principio de associação: “As idéias complexas provêm da associação de idéias mais simples.”
Assim estando o associacionismo enraizado na Filosofia, a sua história remonta à Antiguidade. E sua influência vem seestendendo até o presente. Mesmo o estruturalismo sendo considerado a primeira escola formal da Psicologia, ele foi precedido por um longo desenvolvimento histórico, dentro da tradição associacionista. Os fundadores do estruturalismo foram fortemente influenciados por essa tradição.
Os empiristas britânicos constituem a mais próxima abordagem de uma “escola” de associacionismo. As suas tentativas deexplicação da atividade mental foram muito importantes na formação de associações. O desenvolvimento do empirismo britânico constitui na continuidade de pensamento entre o empirismo e o associacionismo. E embora esses filósofos estivessem mais interessados em problemas epistemológicos do que em problemas psicológicos, eles tiveram uma importante participação na antecipação dos progressospsicológicos subseqüentes.
Os conceitos associacionistas serviram como substitutos para as mais detalhadas teorias de aprendizagem. E três grandes homens contribuíram para esse aspecto do movimento associacionista.
- Hermann Ebbinghaus: estudava a formação das associações, assim foi possível controlar as condições em que se formavam as associações e realizar o estudo científico da aprendizagem.
- I. P.Pavlov: estudou a associação em termos de conexões E-R e não de idéias. Suas pesquisas prévias sobre o reflexo condicionado contribuíram, para tornar a Psicologia objetiva.
- E. L. Thorndike: desenvolveu a explicação mais completa dos fenômenos psicológicos, segundo uma perspectiva associacionista.


“Um homem é considerado associacionista na medida em que utiliza princípiosassociacionistas; mas os princípios associacionistas empregam toda a Psicologia recente e contemporânea, de modo que devemos selecionar os “associacionistas” de acordo com as suas tendências para usarem única ou primordialmente princípios associacionistas”.

Empirismo Britânico

Os empiristas britânicos usaram os mesmos princípios de associação sugeridos por Aristóteles. Ele havia proposto que os itenssemelhantes, opostos, ou contíguos tendem a associar-se entre si. O último princípio, o da contigüidade, é o que mais se aproxima de uma aceitação universal: se duas coisas são experimentadas como estreitamente vizinhas no tempo, o mais provável é que sejam associados entre si. O único princípio de associação adicionado pelos empiristas britânicos foi o de causalidade.
Thomas Hobbes ajudou afundar o empirismo britânico. Considerou a razão como fator de extrema importância, na orientação do comportamento humano. Para explicar o conteúdo mental, recorre unicamente aos dados sensoriais, eliminado a necessidade de idéias inatas. Sustentou que a sucessão de idéias, era responsável por todo o pensamento e toda a ação. Hobbes explicou essa sucessão em termos de associação por contigüidade: seuma idéia foi seguida de outra, previamente, a tendência será para que conduza novamente à idéia contígua.
John Locke é considerado o fundador do empirismo britânico, embora Hobbes o tivesse precedido. Locke só se consagrou à filosofia nos últimos catorze anos de sua vida.
Após vinte anos de meditação sobre o problema, John Locke publicou a sua famosa obra Ensaio Sobre o Entendimento Humano...
tracking img