Sistemas operacionais arquivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1589 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Católica de Brasília
Bacharel em Ciência da Computação
Professor: Eduardo Lobo
Dupla:André Rabelo e Vinicius Palacio

INTRODUÇÃO
No ramo de dados computacionais, ainda mais nos dias de hoje, as informações,
planilhas, documentos, formulários, entre diversos outros, circulam de uma maneira
surpreendente dentro do nosso cotidiano, seja para uma simples consulta, ou para umaalteração, os dados são utilizados muitas vezes e em muitos lugares ao mesmo tempo,
então como um ser humano poderia decorar todos esses dados em seu cérebro?
Ao decorrer do tempo, o homem foi capaz de criar suportes de armazenamento de
dados para problemas desse tipo. Pois, os dados precisam ser armazenados em algum
lugar, para serem utilizados posteriormente.
O sistema de arquivos possui umcerto tipo de complexidade. Nesse trabalho
abordaremos alguns tópicos relacionados ao universo dos arquivos: Como são nomeados
e suas implementações, seus diretórios e endereçamentos , operações entre arquivos e
diretórios, e outros diversos assuntos.

Trabalho de Sistema Operacionais

As regras de nomeação vão variar de sistema para sistema, pois cada um tem um
processo diferente defazer. Qualquer sistema permite Strings de até 8 letras contudo
alguns sistemas aceitam caracteres especiais. No UNIX e o Linux podem ser
diferenciados arquivos chamados:andre/ANDRE e Lobo/LOBO já o MS-DOS e a Família
Windows não tem essa preocupação de sensiteve Case.
Um arquivo tem tais propriedades:

Fonte: http://www.slideshare.net/thiagonasc/sistema-operacional-arquivos

Muitos SO.ssuportam nomes de arquivos com duas partes(como no exemplo
citado acima). No MS-DOS, por exemplo: Nomes com até 8 caracteres e extensão de até
3 caracteres. Muitas vezes para facilitar, o SO trás a extensão do arquivo para nos
lembrar que certo tipo de arquivo é relacionado a qual programa. Exemplos:
folha.DOCX(Extensão Microsoft Word), Picture.png(Se trata de uma im agem).
Um arquivo pode serestruturado de várias formas:

Sequencia de Bytes: O sistema operacional não sabe o conteúdo do arquivo. Possui
maior flexibilidade. Unix e W indows utilizam essa estratégia
Sequencia de registros:O arquivo é alocado com uma sequencia de tamanhos fixos, ou
seja, que não podem mudar isso acarreta na operação de leitura que passa a ser
simplificada.

Árvore: Os registros ou arquivo não temnecessariamente o mesmo talanho e cada
registro possui um campo chave

É comum no UNIX e Windows
-Arquivos regulares: ASCII(Código Padrão Americano para o Intercambio de
informação) ou binários
-Arquivos diretórios: cada SO implemente de uma forma

A visualização de um arquivo binário em um editor de texto não pode ser tão agradável
pois é algo incompreensível.(Exemplo abaixo)

Acessosequencial: O processo pode ler todos os bytes de um arquivo, sem efetuar
saltos e ele também pode voltar o cabeçote de leitura para o início do arquivo. Este
modelo era utilizado e mais conveniente quando o armazenamento eram em fitas
magnéticas.

Acesso aleatório: O processo pode acessar as informações do arquivo fora de
ordem(efetuando saltos) que é mais adequado para discos rígidos quepossui um

cabeçote de leitura e que pode ler onde ele quiser saltando de blocos para blocos, que os
SO.s chamam de função seek.
Antigamente os SO.s antigos classificavam os arquivos como sendo de acesso
sequencial ou de acesso aleatório.
Os SO.s oferecem diferentes operações para armazenar e recuperar informações
do arquivo.
Create: Criar arquivo sem dado;
Delete: Deletar;
Open: Abrir;Close:Fechar;

Read: ler bytes do arquivo apartir da posição atual do cabeçote de leitura;
Write: Os bytes são lidos apartir da posição atual do cabeçalho de escrita, o write pode
sobrescrever no fim do arquivo.
Append: Apenas escreve no fim do arquivo;
Seek: Efetua saltos nos cabeçotes de leitura e escreta.
Rename: Altera o nome do arquivo;

Um arquivo mapeado em memória é um segmento...
tracking img