Sistemas especialistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1484 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS
UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁS
SISTEMA DE INFORMAÇÃO

INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL

GUSTAVO PARANAÍBA DA SILVA

ORIENTADOR
RODRIGO CURSINO

SANTA HELENA DE GOIÁS
2011
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS
UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE SANTA HELENA DE GOIÁS
SISTEMA DE INFORMAÇÃO

SISTEMAS ESPECIALISTASProjeto apresentado no Curso de Sistema de Informação como parte dos requisitos para o 2º bimestre na disciplina de Inteligência Artificial.

GUSTAVO PARANAÍBA DA SILVA

ORIENTADOR
RODRIGO CURSINO

SANTA HELENA DE GOIÁS
2011

SUMÁRIO1 INTRODUÇÃO 03
2 SISTEMAS ESPECIALISTAS 03
3 EXEMPLO DE UM SISTEMAS ESPECIALISTA 05
3.1 Mycin 05
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 06

1. INTRODUÇÃO

A Inteligência Artificial (IA) nasceu oficialmente em 1956, durante uma conferência de verão em Dartmouth College, nos Estados Unidos. Jonh McCarthy, Marvin Minsky, Nathaniel Rochester e Claude Shannon se reuniram com a intenção derealizar um estudo sobre o tópico Inteligência Artificial, que a partir de então ficou conhecida, gerando inclusive polêmicas (Py; Mônica Xavier, 2010). Os pesquisadores ficando impossibilitados de adotar uma definição formal precisa para IA, visto que seria necessário definir, a própria inteligência, propuseram algumas definições operacionais: Inteligência Artificial é a parte da ciência dacomputação que compreende o projeto de sistemas computacionais que exibam características associadas, quando presentes no comportamento humano, à inteligência (BARR; FEIGEN-BAUM, 1981).
Existem duas linhas principais de pesquisa para a construção de sistemas inteligentes: a linha conexionista e a linha simbólica. A linha conexionista visa à modelagem da inteligência humana através da simulação doscomponentes do cérebro, isto é, de seus neurônios, e de suas interligações. Esta proposta foi formalizada inicialmente em 1943, quando o neuropsicólogo McCulloch e o lógico Pitts propuseram um primeiro modelo matemático para um neurônio.
A linha simbólica segue a tradição lógica e teve em McCarthy e Newell seus principais pesquisadores. Os princípios dessa linha de pesquisa são apresentados noartigo “Physical symbol systems de Newell”. O sucesso dos sistemas especialistas (“expert system”), a partir da década de setenta, estabeleceu a manipulação simbólica de um grande número de fatos especializados sobre um domínio restrito como o paradigma corrente para a construção de sistemas inteligentes do tipo simbólico.
Uma das metas na Inteligência Artificial é ter uma máquina que simulecom exatidão as atividades da mente humana.

2. SISTEMAS ESPECIALISTAS

Um sistema especialista (SE) pode ser visto como uma ramificação da Inteligência Artificial, desenvolvido a partir da necessidade de se processar informações não numéricas, um sistema especialista é capaz de apresentar conclusões sobre um determinado tema, desde que devidamente orientado e alimentado.
Um sistemaespecialista (FLORES, 2003) é uma forma de sistema baseado no conhecimento especialmente projetado para emular a especialização humana de algum domínio específico. Um SE irá possuir uma base de conhecimento (BC) formada de fatos, regras e heurísticas sobre o domínio, tal como um especialista humano faria, e deve ser capazes de oferecer sugestões e conselhos aos usuários e, também, adquirir novosconhecimentos e heurísticas com essa interação.
O objetivo do sistema especialista é bastante restrito, se considerar o objetivo dos modelos psicológicos: os SE's são concebidos para reproduzir o comportamento de especialistas humanos na resolução de problemas do mundo real, mas o domínio destes problemas é altamente restrito (BARR; FEIGENBAUM, 1981).
Os primeiros sistemas especialistas...
tracking img