Sistemas de custeio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2609 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de maio de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto









SISTEMAS DE APURAMENTO DE CUSTOS
Contabilidade Gerencial










Aluno: Lucas Elias de Sousa Ignácio Matrícula: 1214441023
Curso: Engenharia de Produção Turno: Noturno
Contabilidade Gerencial 6º período
Professor: Gilberto Jorge da Cruz Araújo
Sumário
1. Sistema Básico de Custeio do Produto 3
1.1. Tipos de custos, classificação e avaliação dos mesmos 3
1.1.1.Custeio por absorção 3
1.1.2. Custeio direto ou Variável 3
1.1.3. Custeio Padrão 3
1.1.4. Custeio Marginal 3
1.1.5. Custeio ABC 3
1.1.6. Custeio RKW 3
1.2. Avaliação dos sistemas existente para
classificação dos custos 4
1.2.1. Custeio por absorção 4
1.2.2. Custeio direto ou Variável 4
1.2.3. Custeio Padrão 4
1.2.4. CusteioMarginal 4
1.2.5. Custeio ABC 5
1.2.6. Custeio RKW 5
2. Sistemas de Custeio de Processos de Múltiplos Estágios 5
2.1. Definição deste sistema 5
2.2. Aplicação deste modelo 5
3. Sistemas de Alocação de dois estágios e de custeio
baseados em atividades 6
3.1. Estrutura de aplicação do sistema 6
3.2. Análise de rentabilidade do produto 7
3.3.Custeio baseado em atividades 7
4. Conclusão 10
5. Bibliografia 10









1. Sistema Básico de Custeio do Produto
Os sistemas de custeio referem-se às formas como os custos são registrados e transferidos internamente dentro da entidade. É o fundamento da Contabilidade de Custos ligado à decisão de como deve ser mensurado o custo do produto. Então, podemos dizer que é ométodo de custeio um modelo para a decisão, mensuração e informação.
1.1. Tipos de custos e classificação dos mesmos
1.1.1. Custeio por absorção
É aquele que utiliza todos os custos, sejam eles fixos ou variáveis diretas ou indiretas, para apuração do custo dos produtos.
1.1.2. Custeio direto ou Variável
É aquele que se utilizam apenas os custos diretos e variáveis, não utilizando os custosfixos e indiretos. Fundamenta-se na separação dos gastos em gastos variáveis e gastos fixos. Isto é, os gastos oscilam proporcionalmente ao volume de produção/venda e gastos que se mantêm estável perante o volume de produção/venda oscilante dentro de certos limites.
1.1.3. Custeio padrão
É o Custo cientificamente predeterminado, constituindo BASE para avaliação do desempenho efetivo. Representam ocusto alocado ao produto mediante taxas predeterminadas de CIF, elaboradas com base na média dos CIF´s passados, em possíveis mudanças futuras e no volume de produção.
1.1.4. Custeio marginal
Esse método, ainda constitui novidade para muitos administradores de empresa do país. Essa forma é o modo pelo quais todos os gastos despendidos por uma empresa, de natureza variável, são alocados ao produto.1.1.5. Custeio ABC
É o método de custeio baseado em atividades. É o novo método de análise de custos que busca “rastrear” o gasto de uma empresa para analisar, monitorar as diversas rotas de consumo dos recursos “diretamente identificáveis” com suas atividades mais relevantes, e destas para os produtos de serviços. O custeamento com base em atividades é fundamentado no seguinte conceito:produtos consomem atividades, atividades consomem recursos.
1.1.6. Custeio RKW
Esse método de custeio, não é recomendado, nem muito utilizado, tem por procedimento ratear e alocar aos custos unitários.


1.2. Avaliação dos sistemas existente para classificação dos custos.
1.2.1. Custeio por absorção
Esse método derivado da aplicação dos princípios fundamentais da contabilidade, sendo no Brasil adotadopela legislação comercial e pela legislação fiscal.
1.2.2. Custeio direto ou Variável
No custeio direto ou variável em relação as suas vantagens causam divergências entre os doutrinadores. CREPALDI (2002) defende esse método de custeio com três argumentos:
1) Os custos fixos, por sua própria natureza, existem independentemente da sua fabricação ou não de determinado produto ou do aumento ou...
tracking img