Sistema publico de saude

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1172 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]





Sistema de Ensino Presencial Conectado
SERVIÇO SOCIAL




JOSEFA ADRIANA DA SILVA
MARIA CÍCERA ALVES RIBEIRO
MARIA JOSÉ RODRIGUES AMORIM
MARIA LUCINEIDE LINS DA SILVA
REJANE MARIA DA SILVA
VALQUÍRIA FÉLIX DO NASCIMENTO






O SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE: UM PROCESSO INCLUSIVO OU EXCLUDENTE?












PALMARES

2012




josefa adriana dasilva
MARIA CÍCERA ALVES RIBEIRO
MARIA JOSÉ RODRIGUES AMORIM
MARIA LUCINEIDE LINS DA SILVA
REJANE MARIA DA SILVA
VALQUÍRIA FÉLIX DO NASCIMENTO








o sistema público de saúde: um processo inclusivo ou excludente?



TRABALHO APRESENTADO AO CURSO SERVIÇO SOCIAL DA UNIVERSIDADE NORTE DO PARANÁ - UNOPAR ÀS DISCIPLINAS PSICOLOGIA SOCIAL, SOCIOLOGIA,FILOSOFIA E FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, TEÓRICOS E METODOLÓGICOS DO SERVIÇO SOCIAL II.


Profs. Lisnéia Rampazzo
Sérgio de Góes Barboza
Adarly Rosana
Márcia Bastos














Palmares

2012

sUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO 42 DESENVOLVIMENTO 5


3 CONSIDERAÇÕES FINAIS 7


4 REFERÊNCIAS 8










































INTRODUÇÃO



O trabalho aborda o papel do Sistema Público de Saúde – SUS, sua atuação frente à democratização do país, posto como direito de todos e dever do Estado, e a demanda que se apresenta nas mais diferentes necessidades.Os recursos disponíveis para dar assistência à população, os obstáculos para acessar seus serviços, seus aspectos positivos e negativos, e a percepção do usuário que utiliza seus serviços no dia-a-dia.

No decorrer da exposição, focaremos a ampliação dos serviços e a contribuição para a superação do mito, construído ao longo dos anos, de que as ações de saúde prestadas pelos serviçospúblicos são de má qualidade e seus profissionais desqualificados, e que os serviços de “ponta” estão no setor privado.

Nosso objetivo é analisar a Saúde Pública como um processo em construção junto ao usuário, entendendo que o modelo assistencial que nos apresenta teoricamente é universalizar o Serviço público, mas infelizmente na prática tem se mostrado excludente em suas múltiplasfunções, dificultando o acesso e negligenciando o compromisso de humanização apregoado nos discursos políticos.





















O SISTEMA PÚBLICO DE SAÚDE: UM PROCESSO INCLUSIVO OU EXCLUDENTE?



A Saúde pública brasileira notadamente vem sendo ampliada em seus mais diversos setores, contudo a população não usufrui integralmente do que lhes é dado por direito. OSUS não é um serviço ou uma Instituição, mas um Sistema que significa um conjunto de Unidades, que interagem para um fim comum: viabilizar atividades de promoção, proteção e recuperação da saúde. Os Serviços devem ser organizados em níveis de complexidade tecnológica crescente, dispostos numa área geográfica delimitada e com a definição da população a ser atendida, baseada nos princípios deRegionalização e Hierarquização, permitindo um conhecimento maior dos problemas de saúde da população da área definida, favorecendo ações de Vigilância Epidemiológica, Sanitária, Controle de Vetores, Educação em Saúde, além das ações de Atenção Ambulatorial e Hospitalar em todos os níveis de complexidade.

A Constituição Federal de 1988, diz que para gozar de saúde, é preciso ter acesso aum conjunto de fatores como: alimentação, moradia, emprego, lazer, educação etc. O artigo 196 cita que “a saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem a redução de risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”.

O modelo assistencial que nos...
tracking img