Sistema nervoso autonomo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Sistema nervoso autônomo
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
| Este artigo ou secção contém uma lista de fontes ou uma única fonte no fim do texto, mas estas não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a verificabilidade. (desde setembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes,inserindo-as no corpo do texto quando necessário. | |

Sistema nervoso autônomo
Sistema nervoso autônomo é a parte do sistema nervoso que está relacionada ao controle da vida vegetativa, ou seja, controla funções como a respiração, circulação do sangue, controle de temperatura edigestão.
No entanto, ele não se restringe a isso. É também o principal responsável pelo controle automático do corpofrente às modificações do ambiente. Por exemplo, quando o indivíduo entra em uma sala com um ar-condicionado que lhe dá frio, o sistema nervoso autônomo começa a agir, tentando impedir uma queda detemperatura corporal. Dessa maneira, seus pêlos se arrepiam (devido a contração do músculo pilo-eretor) e ele começa a tremer para gerar calor. Ao mesmo tempo ocorre vasoconstrição nas extremidades paraimpedir a dissipação do calor para o meio. Essas medidas, aliadas à sensação desagradável de frio, foram as principais responsáveis pela sobrevivência de espécies em condições que deveriam impedir o funcionamento de um organismo. Dessa maneira, pode-se perceber que o organismo possui um mecanismo que permite ajustes corporais, mantendo assim o equilíbrio do corpo: a homeostasia.
Índice [esconder]* 1 Generalidades * 2 Anatomia * 3 Características funcionais * 4 Principais diferenças entre o Sistema Nervoso Simpático e Sistema Nervoso Parassimpático * 5 Avaliações do sistema nervoso autonômo * 6 Referências * 7 Bibliografia |
-------------------------------------------------
[editar]Generalidades
O sistema nervoso autônomo (SNA) ajuda muito nesse controle porque é oresponsável, entre outras funções, pelas respostas reflexas (de natureza automática), controla a musculatura lisa (a musculatura cardíaca e as glândulas exócrinas) e permite o aumento da pressão arterial, o aumento da freqüência respiratória, os movimentos peristálticos, a excreção de determinadas substâncias.
Apesar de se chamar sistema nervoso autônomo, ele não é independente do restante do sistemanervoso. Na verdade, ele é interligado com o hipotálamo, que coordena a resposta comportamental para garantir ahomeostasia.
Sabe-se que o SNA é constituído por um conjunto de neurônios que se encontram na medula e no tronco encefálico. Estes, através de gânglios periféricos, coordenam a atividade da musculatura lisa, damusculatura cardíaca e de inúmeras glândulas exócrinas. Mas como o SNA percebeque deve aumentar a pressão arterial, por exemplo?
Na verdade, não existe um consenso em relação a isso. Muitos acreditam que existem componentes específicos do sistema nervoso autônomo, responsáveis apenas pela percepção de parâmetros físico-químicos, como pressão, pH, tensão, temperatura, etc. Outro grupo acredita que os sistemas sensoriais, principalmente o somestésico, são os responsáveispela percepção dessas condições no organismo, e que, posteriormente, através do sistema nervoso central, essa informação é repassada ao sistema nervoso autônomo, que irá agir para o controle do equilíbrio corporal.
-------------------------------------------------
[editar]Anatomia
A organização estrutural do ramo eferente do SNA difere daquela do sistema nervoso somático, visto que as fibraseferente somáticas se originam dos corpos celulares localizados nosistema nervoso central (SNC) e inervam o músculo estriado sem sinapses interpostas. Em contraste, o SNA consiste num afluxo constituído de dois neurônios, em que os axôniospré-ganglionares que surgem dos corpos celulares no eixo cerebroespinhal fazem sinapses com fibras pós-ganglionares que se originam nos gânglios autônomos, fora do...
tracking img