Sistema financeiro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4923 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Índice

Índice 1

Introdução 2

Estrutura do Sistema Financeiro Moçambicano 3
Sistema Financeiro 3

Agentes Económicos 3
Mercados Financeiros 3
Instituições Financeiras 6
Funções dos Intermediários Financeiros 8
Instrumentos Financeiros 10
Regulamentação Financeira 11
Política Monetária 11

Funções do Sistema Financeiro 11

O Sistema Financeiro em Moçambique 12Conclusão 14

Bibliografia 15

Introdução

O presente trabalho tem como principal objectivo obter conhecimentos sobre o funcionamento do sistema financeiro em Moçambique ao longo dos anos, a actuação dos agentes económicos e suas funções.

Este trabalho é constituído por duas partes, em que a primeira apresenta os aspectos gerais: uma breve abordagem da constituição do sistema financeiro,os diferentes tipos de instituições, mercados e instrumentos financeiros existentes, entre outros. A segunda é composta pela parte referente especificamente a Moçambique, destacando-se a evolução do sistema financeiro, o desenvolvimento e motivos de fracasso dos bancos.

As metodologias pelo grupo utilizadas foram entrevistas e alguns métodos de pesquisa (livro e Internet) para que consigamosobter um trabalho completo e bem organizado. Deste modo esperamos alcançar os nossos objectivos.

Estrutura do Sistema Financeiro Moçambicano

Sistema Financeiro

O Sistema Financeiro constituído por Mercados Financeiros, Instituições Financeiras, Instrumentos Financeiros, Política Monetária e Regulamentação Financeira desempenha um papel importante numa economia, na medida em que assegura oprocesso poupança-investimento.

Os aplicadores (poupadores) são também definidos como oferecedores últimos, ou ainda oferecedores finais de recursos. Esses indivíduos são aqueles que se encontram numa posição privilegiada, na qual o volume de recursos que ele despende em consumo é menor que a sua renda disponível. São os indivíduos que estão com um superávite financeiro.

Os indivíduos quenecessitam de recursos, também denominados tomadores últimos ou tomadores finais (deficitários) são aqueles que se encontram numa situação de défice financeiro. O perfil de consumo desses indivíduos normalmente é maior que sua renda disponível, e eles necessitam, portanto, de poupança de outros para atender às suas necessidades ou para executar os seus planos.

Os sistemas financeiros nunca sãoestáticos. Estes mudam constantemente, de modo a responder a procura do público, ao desenvolvimento de novas tecnologias, e as mudanças nas leis e regulamentações. A competição nos mercados financeiros força os sistemas financeiros a responder às necessidades do público desenvolvendo melhores e mais convenientes serviços financeiros.

O Sistema Financeiro determina tanto os custos de crédito bemcomo a quantidade de crédito que estará disponível. Quando o custo do crédito cresce regista-se um decréscimo na actividade económica, à medida que as empresas reduzem a produção. Em contraste, quando o custo do crédito decresce, e os fundos emprestáveis ficam disponíveis mais rapidamente, os gastos totais na economia aumentam, mais empregos são criados e o crescimento económico acelera.

AgentesEconómicos

Mercados Financeiros

O desenvolvimento do mercado financeiro juntamente com o surgimento de instituições especializadas em determinados tipos de operações ou produtos, mais bem elaborados e com toques de sofisticação, têm trazido uma série de vantagens à economia como um todo.
As operações do mercado financeiro, de acordo com as suas características, podem ser classificadas nosquatro mercados relacionados abaixo:

• Mercado de Crédito;
• Mercado de Capitais;
• Mercado Monetário;
• Mercado Cambial;
• Mercados Primários e Secundários;
• Bolsa e Mercados de Balcão.

➢ Mercado de Crédito

Classificam-se neste mercado todas as operações de financiamento e empréstimo de curto e médio prazos, para a aquisição de bens de consumo corrente...
tracking img