Sistema financeiro nacional

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2038 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL

João Pessoa-PB, 20 de março de 2013

JOÃO LUIZ DA SILVA NETO
KAYO RAMOS CORREIA

SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL

Trabalho apresentado como parte da disciplina
Administração de finanças e orçamentos II do
Curso de Administração, 5º período noite da
faculdade Mauricio De Nassau

João Pessoa-PB, 20 de março de 2013

SUMÁRIO

ITENSPÁGINAS
CAPÍTULO 1 – CONCEITO
1.1 Subsistema de supervisão;
1.2 Subsistema operativo;
1.3 As autoridade do Sistema Financeiro Nacional
CAPÍTULO 2 – CMN CONCELHO MONETÁRIO NACIONAL
2.1 Funções da CMN
CAPÍTULO 3 – BANCEN BANCO CENTRAL DO BRASIL
3.1 Funções do BANCEN
CAPÍTULO 4 – INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS4.1 Instituições financeiras bancarias
4.2 Instituições financeiras não bancarias
CAPÍTULO 5 – CONCLUSÇAO
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
* ASSAF NETO, Alexandre. Finanças Corporativas E Valor, São Paulo.
Atlas
* http://sistema-financeiro-nacional.info/
* http://pt.wikipedia.org/wiki/Banco
*


INTRODUÇÃOO sistema financeiro nacional é um conjunto de instituições, órgãos e afins que controlam, fiscalizam e fazem as medidas que dizem respeito à circulação da moeda e de crédito dentro do país. O Brasil, em sua Constituição Federal, cita qual o intuito do sistema financeiro “O Sistema Financeiro Nacional, estruturado de forma a promover o desenvolvimento equilibrado do país e a servir aosinteresses da coletividade, em todas as partes que o compõem, abrangendo as cooperativas de crédito, será regulado por leis complementares que disporão, inclusive, sobre a participação do capital estrangeiro nas instituições que o integram".

CAPÍTULO 1 – CONCEITO
O Sistema Financeiro Nacional do Brasil é formado por um conjunto de instituições, financeiras ou não, voltadas para a gestão da políticamonetária do governo federal. É composto por entidades supervisoras e por operadores que atuam no mercado nacional e orientado por três órgãos normativos: o Conselho Monetário Nacional (CMN), o Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e o Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC).
O Sistema Financeiro Nacional pode ser divido em duas partes distintas: Subsistema de supervisão esubsistema operativo.

1.1 Subsistema de supervisão:
O subsistema de supervisão se responsabiliza por fazer regras para que se definam parâmetros para transferência de recursos entre uma parte e outra, além de supervisionar o funcionamento de instituições que façam atividade de intermediação monetária.
O subsistema de supervisão é formado por: Conselho Monetário Nacional, Conselho deRecursos do Sistema Financeiro Nacional, Banco Central do Brasil, Comissão de Valores Mobiliários, Conselho Nacional de Seguros Privados, Superintendência de Seguros Privados, Brasil Resseguros (IRB), Conselho de Gestão da Previdência Complementar e Secretaria de Previdência Complementar.

Dos que participam do subsistema de suprevisão, podemos destacar as principais funções de alguns: O Banco Central(BACEN) é a autoridade que supervisiona todas as outras,além de banco emissor de dinheiro e executor da política monetária. O Conselho Monetário Nacional (CMN) funciona para a criação da política de moeda e do crédito, de acordo com os interesses nacionais. A Comissão de Valores Mobiliários tem a função de possibilitar a alta movimentação das bolsas de valores  e do mercado acionário ( isso incluipromover negócios relacionados à bolsa de valores, proteger investidores e ainda outras medidas). 
1.2 Subsistema operativo:
O subsistema operativo torna possível que as regras de transferência de recursos, definidas pelo subsistema supervisão sejam possíveis.
O subsistema operativo, é composto por: Instituições Financeiras Bancarias, Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo,...
tracking img