Sistema financeiro da argentina e brasil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 29 (7121 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro universitario Candido Rondon UNIRONDON
Curso de CIENCIAS CONTABEIS

Gleicy Vieira Silva
Solaine Solon de Araújo
Karina Maria Rosa de Almeida

cONTABILIDADE INTERNACIONAL

Cuiabá
2011

Gleicy Vieira Silva
Solaine Solon de Araújo
Karina Maria Rosa de Almeida

cONTABILIDADE INTERNACIONAL

Trabalho apresentado na disciplina de xxxxxxxxxxxxxNo curso de Ciências contábeis como parte da avaliação.

Orientador: Prof.º Pedro Antonio Ferreira

Cuiabá
2011

SUMARIO

1. HISTÓRICO 5
2. A DIVERSIDADE DAS NORMAS CONTÁBEIS 5
3. AS ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS DE CONTABILIDADE 6
4. ORGÃOS REGULAMENTADORES DE NORMAS INTERNACIONAIS IASC – INTERNACIONAL ACCOUNTING STANDARDS COMMITTE 7
4.1 SAC –Standards Advisory Council 8
4.2 IASB – Internacional Accounting Standards Board 8
4.3 GAAP- Princípios de contabilidade geralmente aceitos 9
5. AS DIFERENÇAS INTERNACIONAIS 10
6. ESTRUTURA CONCEITUAL 11
7. OS MOTIVOS QUE LEVARAM A PADRONIZAÇÃO 12
8. A Lei 11.638/07 13
8.1 Lei 11.941/09 17
9. IFRS 1 – AS PRIMEIRAS MUDANÇAS 20
10. COMBINAÇÕES DE EMPRESAS 22
11. VALOR JUSTO OU REAVALIAÇÃOCOMO CUSTO PARA ATIVO PERMANENTE 22
11.1 Ajustes de conversão acumulados 22
11.2 Instrumentos financeiros compostos 23
11.3 Transações envolvendo pagamentos com base em ações 23
CONSIDERAÇÕES FINAIS 24
REFERENCIAS 25

INTRODUÇÃO
Com o crescimento das empresas e a necessidade de novos investidores fez com que as informações contábeis se tornassem importantes na adoção dasmelhores decisões econômico-financeiras. Contudo, os estudiosos e profissionais da Contabilidade , pressionados pela sociedade que busca as informações de forma clara e precisa, preocupam-se em identificar os princípios, as normas e regras que regem a Ciência Contábil.
A abertura do mercado internacional ocasionou a criação de empresas multinacionais gerando nos países globalizados umaliberdade de circulação de pessoas e bens, tecnologia atrelada às informações, redes de transportes a nível internacional, e entre outros sinais da globalização.
Neste contexto, as multinacionais aumentaram de forma considerável os custos na preparação da informação contábil, pois a não existência de um sistema de informações contábeis uniforme ocasionou a ausência de comparabilidade entre asdemonstrações financeiras. Isso fez com que os investidores e agentes de informações, tivessem que conviver com estas diferenças dificultando, por exemplo, a analise de um determinado setor onde a sua atividade é desenvolvida a nível internacional.
Contudo, as empresas a nível internacional, em virtude das dificuldades já relacionadas, fazem com que a concorrência entre os mercados mundiaisseja prejudicada, tendo que suportar elevados custos na preparação das informações aos usuários, além das dificuldades criadas em torno da compreensão da real situação da multinacional.
Existe um interesse das multinacionais em desenvolver um sistema de informações contábeis uniforme permitindo aos usuários a obterem as informações contábeis das unidades localizadas em diversos países.Essas barreiras devem ser superadas pelos estudiosos e profissionais da Ciência Contábil, principalmente no que diz respeito à linguagem e a moedas adotadas por cada nação, aliada as diferenças entre os princípios contábeis adotados.

1. HISTÓRICO

A contabilidade foi criada devido à necessidade de mensurar e relatar os recursos das organizações. Os primeiros sistemas decontabilização surgiram na Itália, utilizando partidas dobradas, sendo empregado pelos comerciantes no controle de suas atividades.
A partir de então, o sistema de partidas dobradas espalhou-se pela Alemanha, França e pelo império Britânico, acompanhando a evolução dos padrões comerciais.
O conhecimento das partidas dobradas foi disseminado na Europa para a América do Norte, devido sua...
tracking img