Sistema de posicionamento global

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (405 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
IV . Atividades: Exemplos de como o G.P.S é util no nosso cotidiano.

V . Desenvolvimento:
O Português se originou do latim falado, que era considerado um latim vulgar porque não possuíasintaxe, nem morfologia era uma língua autônoma, sem ligação com regra alguma. No entanto aos poucos o Português foi se aperfeiçoando e adquirindo em seu vocabulário palavras germânicas introduzidas pelosbárbaros no século V, árabes por volta do século VII,e até mesmo gregas. Não só o Português teve descendência do latim, mas também o francês, espanhol e o italiano
Hoje não existe mais nenhuma forma dediscriminação, todos podem usar termos derivados do inglês. Hoje a criança não vai brincar no parquinho, ela vai ao Playground, a cerveja depois do expediente é Happy hour, o restaurante de comidasrápidas é mais conhecido como Fast Food e por ai vai. Até o “Oxente”, dito pelos nordestinos, é uma variação abrasileirada do “Oh Shit”, dito pelos gringos que por lá passaram.
Existe até pesquisas, quedizem que o brasileiro prefere marcas e lojas que tenham nomes estrangeiros como: Brooksfield, Calvin Klein, Marlboro, Burguer King, Mc Donald's, All Star, Nike entre outras marcas.
Oestrangeirismo nada mais é do que a influência das línguas umas sobre as outras. Na verdade, é bem difícil definir o que é considerado estrangeirismo e o que não é, pois analisando a situação com mais cautela,veremos que nossa língua nativa, o português, sofreu diversas influências para que se chegasse ao que é hoje. Portanto, não seria a nossa Língua Portuguesa um estrangeirismo? A Língua oficial do Brasildeveria ser o Tupi Guarani, que era utilizada pelos índios que aqui viviam muito antes dos portugueses chegarem. Então, segundo a ótica desse pensamento, a própria Língua do Brasil seria um empréstimo,um estrangeirismo.
Em Portugal, tudo é lido como se escreve, apesar de terem a fluência no inglês, os lusitanos se recusam em chamar o mouse do computador de mouse, para eles é rato e ponto...
tracking img