Sistema de desenvolvimento de produtos - petronas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2135 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal de Minas Gerais
Escola de Engenharia
Departamento de Engenharia de Produção
Disciplina Sistema de Desenvolvimento de Produto 2012/1

APRESENTAÇÃO

Grupo: André Anchieta, Augusto Parente, Ayeska Turquete, Daniel Ferber, Fernanda
Amorim, Fernando Fonseca, Guilherme Gonçalves e Júlia Zandomênico

Visitas a Petronas Lubrificantes Brasil

Planejamento do Trabalho deCampo

Histórico
• (1912) Criação da FL (Fiat Lubrificanti), em
Torino na Itália
• (1965) Criação da Malaysian Oil & Gas Corporation
(companhia de exploração na Malásia)
• (1974) Petronas recebe o direito de exploração
exclusiva dos recursos petrolíferos na Malásia

• (1980) Expansão da FL para o Brasil, com a
criação da Tutela Lubrificantes

• (1999) O Grupo FL passa a sercontrolado pela
Selènia Fluids & Lubrificants
• (2007) O Grupo FL Selènia é adquirido pela
Petronas Lubrificants Internacional

Histórico

Grupo Petronas

Grupo Petronas
• O Grupo Petronas compreende: 107 subsidiárias próprias, 28
subsidiárias parcialmente próprias e 52 companhias associadas
• Expande suas atividades principalmente na Ásia e África, bem
como, em direção à Europa
• Estáentre as 10 maiores corporações de petróleo e entre as 100
maiores empresas do mundo (segundo revista Fortune).

Petronas Lubrificantes Brasil
Dados Gerais
• A planta do Brasil atende toda a América do Sul
(exceto Argentina e Bolívia), inclusive seus
concorrentes produtores de óleos lubrificantes,
vendendo óleo sintético básico;

• Os maiores consumidores são os setores de mineração esiderurgia (ambas somam aproximadamente 20%), e a indústria
automotiva (em torno de 80% da produção);
• A distribuição da produção é feita por caminhões com capacidade
entre 30 e 40 mil litros;

Petronas Lubrificantes Brasil
Distribuição Geográfica

Petronas Lubrificantes Brasil
Dados Gerais

• Regulamentação e fiscalização por ANP

• Possui certificação ISO 14000, ISO 9001 e ISOTS 16.949 por
exigência das montadoras;
• Meta: até 2016, estar entre as 5 maiores do mundo no ramo.

Análise de Stakeholders

Governo:
regulamentação

Montadoras

Matriz

Petronas Brasil

Centro de
Pesquisa

Indústrias

Associações e
Sindicatos

Fornecedores

Concorrentes

Petronas Lubrificantes Brasil
Parcerias

Petronas Lubrificantes Brasil
Parceria comHomologação

Petronas Lubrificantes Brasil
Mercado de Lubrificantes

Fonte: Petrobrás – Congresso SIMEPETRO 2011

Petronas Lubrificantes Brasil
Mercado brasileiro – Trend Market de Lubrificantes

Petronas Lubrificantes Brasil
Produção
• Principais matérias-primas (óleo básico e aditivos)
o Transportadas via rodoviária exclusivamente;
o Fornecidas pela REDUC (Petrobras / RJ) e
unidadesda Petronas em Santos / SP.
• Capacidades da planta
o Armazenamento: 6,5 milhões de litros
o Produção mensal:
 Lubrificantes: 8 milhões de litros (futuramente 14-15)
 Graxas: 600 toneladas (futuramente 1.000)

Petronas Lubrificantes Brasil
Apesar do mercado de óleos estar em crescimento, principalmente em
2010, a empresa esteve estagnada devido à restrição de sua capacidadeprodutiva. Atualmente, a empresa está expandindo a planta.

Petronas Lubrificantes Brasil
Expansão com aumento de capacidade produtiva
(de 96 milhões para 180 milhões de litros)

Petronas Lubrificantes do Brasil
Produção (Layout Simplificado da Planta)
EXPEDIÇÃO

TANQUES

LUBRIFICANTE

GRAXA

Mistura

Envase

Reação

Estoque

Mistura

Mistura

Lubrificantes

Lubrificantesautomotivos

Lubrificantes industriais

Óleo Base

Aditivo

Tendência Tecnológica
Óleos Lubrificantes Automotivo

Transmissão

Hidráulico

Freio

Sistema de
Arrefecimento

Motor
Maior esforço da empresa.
Alta rotatividade

Advém de mudanças no motor.
Longo ciclo de vida.

Relação entre Performance e Preço

A performance de óleo sintético é melhor, confere maior...
tracking img