Sistema ósseo

Páginas: 39 (9513 palavras) Publicado: 6 de abril de 2011
Apostila de Medicina Legal

Assunto:

MEDICINA LEGAL

Temas: CAPÍTULO I
1- Sexologia Forense
2- Impedimentos Matrimoniais
3 - Conjunção Carnal
4 - Impotência
5 - Gravidez
6 - Parto e Puerpério
7 - Morte do feto e recém-nascido
8 - Ultrage Público
Tema Comum: transfusão desangue e vínculo genético

Temas: CAPÍTULO II
1- Atentado Contra o Pudor
2- Violência em Sexologia
3- Personalidade
4- Oligofrenia/Demência
5- Neurose/Psicose
6- Alcoolismo

CAPÍTULO I

Tema 1 - Sexologia Forense

1.1- Conceito :
É o estudo dos problemas médico-legais ligados ao sexo. É objetode estudo da sexologia forense todos os fenômenos ligados ao sexo e suas implicações no âmbito jurídico.

1.2- Sexo Normal :
Considera-se o sexo como normal quando é fruto do interesse de duas pessoas em atingir um equilíbrio, nos planos físico, psicológico e social, com a finalidade reprodutiva.

a) sexo genético: a definição do sexo de um indivíduo é realizada a partirde seu genoma, ou seja, dos genes da pessoa. Na espécie humana, os genes estão distribuídos em 23 pares de cromossomos, sendo 22 pares de autossomos e um último par XX ou XY (44A+XX ou XY). É justamente este último par que define o sexo dos indivíduos. XX corresponde ao sexo feminino, e XY corresponde ao sexo masculino.

Células de pessoas cromossomicamente femininas apresentam uma substânciachamada cromatina sexual. Barr desenvolveu um teste que identifica a existência desta substância em células da mucosa bucal, chamado Teste de Barr ou da Cromatina.

Nos casos em que é difícil a identificação, realiza-se o teste. Resultados positivos caracterizam o sexo feminino, enquanto que negativos o masculino.

b) sexo endócrino: o desenvolvimento dos aparelhos reprodutores e dos sinaiscaracterísticos se dá de acordo com a secreção de hormônios em diversas glândulas do corpo. Por exemplo, os ovários e os testículos vão se formar de acordo com secreções que se originam na hipófise, uma glândula de nosso corpo. Outras glândulas também produzem hormônios que, por exemplo, vão provocar o desenvolvimento de barba ou seios nos indivíduos.

c) sexo morfológico: cada sexo apresentacaracterísticas próprias, como a forma dos aparelhos genitais, sinais secundários como barba nos homens e mamas nas mulheres.

d) sexo psicológico: independente do sexo da pessoa, ela pode se comportar como sendo de seu sexo ou do sexo oposto, em decorrência de desajustes hormonais, psicológicos ou sociais a que é exposta durante sua vida.

e) sexo jurídico: é aquele declarado no registro civil denascimento, feito com base em declaração assinada por testemunhas. Situações de engano, quer seja doloso ou culposo, podem acontecer, e nestes casos deve ser feita a retificação.

1.3- Diferenciação sexual :
A diferenciação sexual existente entre indivíduos do sexo feminino e masculino se dá tanto pela carga genética (cromossomos XX e XY) como também pela carga hormonal,reduzida por diversas glândulas do corpo.

1.4 - Estados Intersexuais :
São quadros clínicos que apresentam problemas de diagnóstico, terapêuticos e jurídicos, na definição do verdadeiro sexo do indivíduo.

1.4.1- Hermafroditas: apresentam os dois tipos de órgãos sexuais internos (ovário e testículo)

1.4.2- Pseudo-hermafroditas: apresentam dos dois tipos de órgãos sexuaisexternos (vagina e pênis)

1.4.3 - Síndromes Especiais (Aneuploidia): são aberrações genéticas que envolvem o aumento ou a diminuição do número de cromossomos.

Síndrome de Turner (XO): chamada de síndrome do ovário rudimentar, só se desenvolve em mulheres, e tem como características a amenorréia (ausência de menstruação), mamas subdesenvolvidas, baixa estatura, pele com aspecto senil, tórax em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Sistema ósseo
  • SISTEMA ÓSSEO
  • Sistema Ósseo
  • Sistema osseo
  • Sistema ósseo
  • Sistema osseo
  • Sistema Ósseo
  • sistema osseo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!