Sisleg

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3888 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CARACTERIZAÇÃO DE DUAS PROPRIEDADES RURAIS EM RELAÇÃO À REGULAMENTAÇÃO DA RESERVA LEGAL – UM ESTUDO DE CASO SOBRE OS FATORES DE INFLUÊNCIA



PLESTCH, S. C.[1]

RICHTER, T. C.²

RODRIGUES, C. S.³

SOUZA, C. K.4





RESUMO: O texto deve iniciar na mesma linha do item, ser claro, sucinto e, obrigatoriamente, explicar o(s) objetivo(s) pretendido(s), procurando justificar suaimportância (sem incluir referências bibliográficas), os principais procedimentos adotados, os resultados mais expressivos e conclusões, contendo entre 150 e 500 palavras


PALAVRAS-CHAVE: (três no máximo, procurando-se não repetir palavras do título) escritas em letras minúsculas.



TÍTULO DO ARTIGO EM INGLÊS


ABSTRACT: Tradução do RESUMO para o inglês.
KEYWORDS: Tradução das PALAVRAS-CHAVEpara o inglês.



INTRODUÇÃO

Com o aumento da conscientização ambiental e a necessidade de atendimento à legislação Brasileira, alguns fatores limitam o direito de propriedade a favor do meio ambiente. No caso do pequeno proprietário rural, a conservação de uma parte da área como reserva florestal, chamada reserva legal conjuntamente com a mata-ciliar

Utilizando-se ou não debibliografia para formular os problemas abordados e a justificativa da importância do assunto, utilizando no máximo 30 linhas.

OBJETIVOS

Objetivo Geral:

Apresentar um quadro demonstrativo dos principais fatores que influenciam o atendimento à legislação das pequenas propriedades rurais, quanto à Reserva Legal.

Objetivos Específicos:

• Caracterizar e distinguir duas áreasambientais, a primeira respeitando as normas ambientais e a segunda em recuperação;

• Avaliar as principais diferenças encontradas, como cuidados com solo, biodiversidade, economia rural, diversificação agrícola e área útil proporcional;

• Apresentar um modelo de sustentabilidade econômica e ambiental para as propriedades em foco.REFERENCIAL TEÓRICO



MANUTENÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS



Segundo Wadt (2003) o solo é muito importante para a vida humana, pois ele ajuda no ciclo dos nutrientes onde tem muitas funções importantes, influência na sustentabilidade e no equilíbrio natural sendo que cada floresta é determinada pelo seu tipo de solo, sem contar que há muito tempo vem sendo fundamental na produção dealimento, entretanto com o mau uso destes solos desgastados formando áreas impróprias ou áreas degradadas.
Noffs, Galli e Gonçalves (2000, p. 12) “afirmam que, áreas degradadas são como modificações impostas pela sociedade aos ecossistemas naturais, alterando (degradando) as suas características físicas, químicas e biológicas, comprometendo, assim, a qualidade de vida dós seres humanos”.Cinco são os principais fatores de degradação dos solos listados a seguir (com os seus percentuais de participações nas áreas mundiais degradadas): Desmatamento ou remoção da vegetação natural para fins de agricultura, florestas comerciais, construção de estradas e urbanização (29,4%); Superpastejo da vegetação (34,5%); Atividades agrícolas, incluindo ampla variedade de práticasagrícolas, como o uso insuficiente ou excessivo de fertilizantes, uso de água de irrigação de baixa qualidade, uso inapropriado de máquinas agrícolas e ausência de práticas, conservacionistas de solo (28,1%); Exploração intensiva da vegetação para fins domésticos, como combustíveis, cercas, etc., expondo o solo à ação dos agentes erosivos (6,8%); Atividades industriais ou bioindustriais que causampoluição do solo (1,2%). (OLDEMAN, 1994),

Noffs, Galli e Gonçalves (2000), citam os exemplos das conseqüências da degradação como empobrecimento dos solos que é a lesão de nutrientes essenciais para que o solo possa produzi gerando uma insuficiência produtiva, aumentando significativamente os preços de produção agrícola, assoreamento de rios que é a terra que escorre para dentro dos...
tracking img