Siscustos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5011 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Siscustos como ferramenta na gestão de custos
Dálcio Roberto dos Reis (UTFPR) dalcioreis@terra.com.br
Hederaldo Ricardo Inglês da Luz (UTFPR) hedingles@hotmail.com

Resumo: Na segunda metade do século XX surgiu uma nova filosofia administrativa: A Administração Pública Gerencial. O modelo gerencial está voltado para a gestão e avaliação por resultados exigindo que as organizações públicas seaperfeiçoem na busca de ferramentas que auxiliem na tomada de decisão e criem indicadores que permitam avaliar seu desempenho. O artigo utilizou a pesquisa bibliográfica de abordagem qualitativa e exploratória, tendo como instrumento de coleta de dados a observação não participante para relatar a importância da apuração de custos na Administração Pública com enfoque gerencial, descrever os principaismétodos de custeio e apresentar o sistema gerencial de custos do Exército (SISCUSTOS) como ferramenta na medição de custos logísticos em um Batalhão de Suprimento.
Palavras-chave: Logística; Gestão de Custos; Administração Pública.

ABSTRACT: In the second half of the XX century a new management philosophy: The Public Administration Management. The managemental model is intended for themanagement and evaluation for results having demanded that public organizations are seeking to refine the tools that help in decision making and create indicators to evaluate their performance. The article used the bibliographical research of qualitative and exploratória boarding, having as instrument of collection of data the not participant comment to tell the importance of the verification of costs inthe Public Administration with managemental approach, to describe the main methods of cost and to present the managemental system of costs of the Army (SISCUSTOS) as tool in the measurement of logistic costs in a Suppliment Battalion..
Key-words: Logistics; Management Costs; Public Administration.

1. Introdução

Na segunda metade do século XX começa a surgir uma nova filosofiaadministrativa: A Administração Pública Gerencial. A reforma administrativa gerencial na Administração Pública brasileira teve seu marco inicial na década de sessenta com o Decreto-Lei nº 200/67, sendo aperfeiçoado ao longo dos anos e culminando com a reforma administrativa do estado iniciada no ano de 1995, no governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso.
O modelo gerencial está voltado para a gestãoe avaliação por resultados exigindo que as organizações públicas se aperfeiçoem na busca de ferramentas que auxiliem na tomada de decisão e criem indicadores que permitam avaliar seu desempenho em função da legislação e pela exigência de uma sociedade que cada vez mais busca a transparência no emprego dos recursos públicos.
“Uma das principais formas de medição de desempenho é a utilizaçãode indicadores para apuração dos custos dos serviços. Embora a gestão de custos não se constitua em uma prática na Administração Pública Federal, já existem algumas iniciativas pioneiras, como o SISCUSTO do Comando do Exército” (COMISSÃO INTERMINISTERIAL DE CUSTOS, 2006).
Por meio do custeio dos serviços e dos indicadores de desempenho torna-se possível à Administração Pública verificardesperdícios e avaliar as relações entre custo e benefício das diversas alternativas de políticas que estão à disposição, permitindo que os bens públicos possam ser produzidos com menor custo e maior eficiência e eficácia.
Dentro deste contexto o artigo relata a importância da apuração de custos na Administração Pública dentro do novo enfoque gerencial, descreve os principais métodos de custeio eapresenta o sistema gerencial de custos do Exército como ferramenta na medição de custos logísticos em um Batalhão de Suprimento do Exército, que por motivos de segurança não será identificado.





1.1 Caracterização do Problema

A obrigatoriedade do controle de custos na Administração Pública foi exigência de legislação, onde o artigo cinqüenta, parágrafo terceiro, da Lei Complementar...
tracking img