Siostemas da kabbalah

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 41 (10053 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
KABBALAH
(TRADIÇÃO) SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 2. DEUS E A CIÊNCIA ( alguns aspectos sobre Deus e antigas tradições que a ciência prefere ignorar) 3. DIFERENÇAS (motivos de diferenças entre ciência e religião e das diversas religiões) 4. IGUALDADES (onde ciência e religião se tocam - a pesar da ignorância de homens de ambos os lados) 5. GÊNESES (uma visão cabalística do início da criação) 6. OSCAMINHOS DA CRIAÇÃO ( de Deus as profundezas de nossa existência) 7. O HOMEM (a criação como unidade no homem) 8. A UNIDADE (se somos uma Unidade, como entender humanos tão diversos?) 9. FRAGMENTAÇÕES (por que nos sentimos tão individualizados) 10. A EVOLUÇÃO DA MATÉRIA (de "anjos" caídos a carne) 11. MITOS ANTIGOS SOBRE PLANETAS (referência a antigas lendas e novas psicografias) 12. CORPOS DO HOMEM(as moradas da "casa de meu Pai") 13. CIVILIZAÇÕES (o princípio da nossa história) 14. LEMÛRIA (nossa primeira grande civilização) 15. ATLÂNTIDA (os remanescentes de uma grande era) 16. MESOPOTÂMIA (o início da história oficialmente contada, em parte) 17. ABRAÃO (inicio da reunificação da tradição) 18. EGITO (onde Moisés, após seu encontro com Jetro reunifica a tradição das cinco raças) 19.MESOPOTÂMIA II (o retorno e encontro dos judeus com toda as principais tradições, a Torá é escrita)

INTRODUÇÃO Longos anos se passaram para que o Homem elaborasse melhor seus conhecimentos e os separasse da religião. Na Idade Moderna e ainda mais na Contemporânea, vimos nossos cientistas realizarem varias experiências e elaborarem complexos cálculos para tentar encontrar explicações lógicas e racionaispara os fenômenos da natureza e da vida, vindo cada vez mais a afastar-se dos dogmas e postulados impostos pelos diversos mitos religiosos. Hoje, os "Homens da Ciência", em sua maioria, não admitem acreditar em Deus, pois isso significaria aceitar explicações religiosas para alguns fenômenos que a ciência se encontra avontade para provar sua existência racionalmente e experimentalmente,chocando-se com o mito religioso. Tomemos como exemplo um cientista Católico Apostólico Romano: seus estudos revelam que o ser humano veio sofrendo uma longa evolução (teoria evulocinista de Darwing) com o passar dos milênios, desde o organismo unicelular até sua atual e complexa estrutura orgânica; o que entra, supostamente, em choque com a criação do Homem segundo o mito Bíblico (Deus o fazendo de barro edepois soprando-o para dar-lhe vida). Realmente, para estes grandes homens, torna-se difícil aceitar explicações que ferem totalmente as leis da natureza as quais nos encontramos submetidos dia a dia. Para imaginarmos como certas explicações parecem-lhes infundadas e absurdas, façamos um pequeno paralelismo com uma pessoa daltônica que

tenta convencer uma pessoa de plena visão que as coresvermelha e verde são iguais. Lógico que este último tentará convencer ao daltônico que o mesmo não percebe esta diferença devido a um problema biológico que possui, que a grande maioria das pessoas notam esta diferença e que existem aparelhos capazes de apontar esta diferença pelo comprimento de onda correspondente a emissão de tais cores, etc. Aceitar tais verdades religiosas seria descreditar aspesquisas científicas. Sob este ponto de vista, podemos entender o porquê da resistência destas pessoas as religiões. Mas será que os mitos contados ou relatados por diversas religiões, os quais foram fontes de grandes homens, ou mesmo revelado por eles, estão completamente errados? Será que os homens seguiram conceitos absurdos que transformaram o mundo ao seu redor, fundando grandes civilizaçõese destruindo outras baseados em fantasias? Até mesmo nossos cientistas hão de convir que gigantes como Jesus de Nazaré e outros de singular importância, não só nas religiões que lhes foram creditadas, eram possuidores de rara inteligência e notável saber, dentre suas muitas qualidades. Com certeza, as palavras deste merecem uma melhor consideração e uma análise mais criteriosa pelos homens da...
tracking img