Sintomas de distúrbios osteomusculares em motoristas e cobradores de ônibus

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 23 (5540 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Revista Brasileira de Cineantropometria & Desempenho Humano

ISSN 1415-8426

Artigo original

Lélia Renata das Virgens Carneiro1,2 Raildo da Silva Coqueiro1, 3 Malú de Oliveira Freire1,2 Aline Rodrigues Barbosa3, 4

SINtOMAS De DIStÚRBIOS OSteOMUSCUlAReS eM MOtORIStAS e COBRADOReS De ÔNIBUS SIGNS OF MUSCULOSKELETAL DISORDERS IN BUS DRIVERS AND FARE COLLECTORS
ReSUMO
O objetivo desteestudo foi descrever os sintomas de distúrbios osteomusculares (SDO) em motoristas e cobradores de ônibus e investigar sua associação com jornada de trabalho, estado nutricional e nível de atividade física. Estudo transversal realizado com 40 motoristas e 39 cobradores de ônibus de viagens intermunicipais. Os SDO foram verificados, utilizando-se o Questionário Nórdico de Sintomas Osteomusculares. Ajornada de trabalho foi categorizada a partir dos valores da mediana (< 8 horas e ≥ 8 horas). O índice de massa corporal (IMC) foi usado para verificar o estado nutricional. O nível de atividade física foi avaliado, usando-se o Questionário Internacional de Atividade Física (versão curta). As associações foram verificadas por teste qui-quadrado. A freqüência de dor em alguma região do corpo(últimos 12 meses) foi de 70,0% e 76,9% para motoristas e cobradores respectivamente; 30,0% dos motoristas e 33,3% dos cobradores referiram dor nos últimos 7 dias; 26,6% e 33,3% dos motoristas e cobradores, respectivamente, tiveram que evitar o trabalho devido às dores. As maiores prevalências (últimos 12 meses) foram observadas nas seguintes regiões anatômicas: ombros (32,5%), para motoristas e;lombar (48,7%), para cobradores. Houve diferença significativa (p = 0,029) entre motoristas e cobradores quanto ao relato de dor na região “lombar”. A prevalência de sobrepeso foi maior nos motoristas (72,0%) do que nos cobradores (33,3%), as diferenças foram significativas (p = 0,000). Conclusão – Os SDO foram prevalentes entre os motoristas e cobradores e estes sintomas não mostraram associação coma jornada de trabalho, o estado nutricional e o nível de atividade física. Palavras-chave: Saúde do trabalhador; Distúrbios osteomusculares relacionados ao trabalho; Atividade motora; Estado nutricional.

ABStRACt
To describe the signs of musculoskeletal disorders (SMD) in drivers and fare collectors and to investigate their association with hours worked per day, nutritional status and levelof physical activity (PA). A cross-sectional study undertaken with 40 bus drivers and 39 fare collectors working intercity routes. The “Nordic Musculoskeletal Questionnaire” was used to identify SMD. The working day was defined according to median values (< 8 hours or ≥ 8 hours). Level of PA was assessed using the short version of the International Physical Activity Questionnaire. Body mass indexwas used to verify nutritional status. The chi squared test was used to test for associations. Musculoskeletal pain during the previous 12 months was reported by 70.0% and 76.9% of drivers and fare collectors, respectively; 30.0% of the drivers and 33.3% of the fare collectors reported pain during the previous 7 days; 26.6% (drivers) and 33.3% (fare collectors) had had to miss work due tomusculoskeletal pain. The highest prevalence rates (previous 12 months) were observed in the following anatomical areas: shoulders (32.5%), for drivers and lower back (48,7%), for fare collectors. There was a significant difference (p = 0.029) between drivers and fare collectors in terms of reported lower back pain. The prevalence of overweight was greater among drivers (72,0%) than fare collectors(33,3%) and this difference was significant (p = 0,000). Signs of musculoskeletal disorders were frequent among the workers and their symptoms did not exhibit any association with the length of working day, nutritional status or level of physical activity. Key words: Occupational health; Cumulative trauma disorders; Motor activity; Nutritional status

Rev. Bras.Cineantropom. Desempenho Hum....
tracking img