Sintese proteica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2026 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SINTESE PROTEICA
Iniciação nos procariotos
O primeiro evento do estágio de iniciação é a ligação de uma molécula de metionina livre ao terminal 3' de uma molécula de tRNA met pela aminoacil-tRNA sintetase específica.

Há, pelo menos, dois tipo de tRNA met, mas apenas um deles, chamado tRNA i met pode iniciar síntese proteica. A mesma aminoacil-tRNA sintetase pode incorporar metionina aoutros tRNAs, que adicionam metionina ao meio da cadeia polipeptídica, mas apenas metionil-tRNA i met pode se ligar à subunidade pequena do ribossomo para iniciar a síntese proteica.
Em bactérias, o aminogrupo de metionina do metionil-tRNA i met é modificado pela adição de um grupo formil e é, às vezes, referido como N-formilmetionil-tRNA i met.
Entretanto, metionil-tRNA i met (abreviado Met-tRNAi met) é uma designação geral para o iniciador de todas as células. O Met-tRNA i met, juntamente com uma molécula de GTP e uma subunidade pequena ribossomal liga-se ao mRNA num local específico, frequentemente localizado muito próximo ao códon de iniciação AUG.
A energia necessária aos diferentes passos da síntese proteica é fornecida pela hidrólise de GTP. Neste caso, GTP é necessário para oposicionamento correto do códon AUG na subunidade ribossômica.
Em bactérias, o local de iniciação é marcado por uma pequena sequência de nucleotídeos. Esta sequência, chamada Shine-Dalgarno, é complementar a uma sequência próxima da extremidade 3' do rRNA pequeno.

Nem todos os mRNA têm exatamente esta sequência, embora todos eles tenham 6-q nucleotídeos corretos. Ribossomos bacterianos podeminiciar nestes sítios, no meio de mRNAs com milhares de nucleotídeos de comprimento. Esta sequência coloca o códon de iniciação AUG (ou GUG) na posição correta para que a tradução se inicie.
A mistura de N-formilmetionil-tRNA i fmet, mRNA e as subunidades ribossômicas 30S e 50S não é suficiente para a iniciação. Pelo menos três proteínas que se ligam fracamente aos ribossomos, chamadas IFl, IF2 eIF3 (IF = "initiation factor"), devem estar presentes.
Na primeira etapa:
Estes três fatores ligam-se à subunidade pequena 30S.
GTP estabiliza sua ligação, ligando-se diretamente e IF2.
IF3 impede a associação da subunidade 30S com a 50S e ajuda a associação da subunidade 30S com o mRNA.
IF2 auxilia a ligação dos fatores IF2 e IF3.
Na segunda etapa:
fMet-tRNA i fmet e o mRNAligam-se ao agregado EF-30S-GTP, não há uma sequência definida para esta ligação, podendo ligar-se primeiro o mRNA ou o fMet-tRNA i fmet.
Ao ligar-se, fmet-tRNA i fmet faz contato estreito com IF2-GTP.
Uma vez formado o complexo de iniciação 30S, IF3 é liberado.
O acoplamento da subunidade 50S leva à hidrólise do GTP e à liberação dos outros dois fatores. Forma-se, então, o chamado complexo deiniciação 70S.

iniciaçao em eucariotos
O mecanismo de reconhecimento do sinal de iniciação do mRNA em eucariotos é diferente: o passo mais importante é o reconhecimento da extremidade 5' do mRNA. Cerca de 90% dos AUGs usados como sinais de iniciação em eucariotos são os primeiros AUGs das moléculas. O terminal 5' dos mRNAs eucarióticos têm uma modificação especial, um resíduo metilado deguanilato, ligado ao primeiro nucleotídeo normal da cadeia por uma ligação 5' - 5' pirofosfato, chamado "cap". mRNAs artificiais circulares foram preparados e verificou-se que não são traduzidos, mRNAs sem o "cap" são muito pouco traduzidos. Portanto, a iniciação da tradução em eucariotos envolve o reconhecimento do "cap", seguido da localização da sequência de consenso que envolve o códon AUG.

Aocontrário dos três fatores de iniciação bem definidos que iniciam a tradução em bactérias, em eucariotos existe uma multiplicidade de fatores de iniciação (chamados "elFs"). Sua participação no processo de iniciação da síntese proteica é, de alguma forma, semelhante ao processo de procariotos. A subunidade pequena (40S) é a primeira a se complexar com o mRNA e com o tRNA iniciador. O GTP, também...
tracking img